Caos na Educação: Professores do PR voltam à s ruas dia 26 de abril

Professores prometem manifestação "monstro" em Curitiba. Foto de Adilson Faxina.

Professores e funcionários das 2,3 mil escolas da rede pública do Paraná voltam à s ruas no próximo dia 26 de abril. Eles prometem um novo megaprotesto nas ruas centrais de Curitiba pela implantação de 1/3 da hora-atividade. O governo do estado pretende aplicar a lei somente a partir de 2013, mas a categoria exige o pagamento retroativo a janeiro deste ano.

Além da reivindicação da hora-atividade pelos professores, os funcionários de escola a aplicação de 7,16% de ganho real nos salários que, hoje, têm os menores vencimentos entre os servidores públicos estaduais. Na última rodada de negociações com a Secretaria de Educação (Seed), foram garantidos 6,5% de correção da inflação (também na data-base, em maio), mas a APP-Sindicato e a categoria exigem mais.

A manifestação dos educadores no próximo dia 26 de abril, somada à  insatisfação de prefeitos paranaenses que exigem o cumprimento de acordo que destina mais R$ 80 milhões para o transporte escolar, deixa o vice-governador e secretário da Educação, Flávio Arns (PSDB), na marca do pênalti.

A categoria realizou duas grandes passeatas no início deste ano – nos dias 9 de fevereiro e 15 de março – que foram decisivas para conquistar do governo a proposta de pagamento parcelado do piso salarial profissional nacional (PSPN).

6 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. Pilantras e mercenários? Edu eu acho que você está com a razão, os professores são pilantras e ganham muito $$ (estão ricos) e não fazem nada ( só atendem dezenas de alunos várias vezes ao dia). Bons são os nossos políticos!!!!!

  2. O responsável tem nome e sobrenome BETO LERNER, que decepção….

  3. Governador é para governar, secretário obedece ordens, logo, quem esta mandando não pagar é o governador, simples. Como enganar o povo tambem é simples, como censurar pesquisas tambem é simples e vai por aí afora.

  4. Estes pilantras mercenários só querem ganhar mais e mais pra não fazerem nada as custas do contribuinte.

  5. Flavio Arns era bonzinho quando era do PT, foi pro lado do Beto, logo vai andar de mercedes , comprar fazenda , vinhos caros, o passado e amigos … nem lembra …. rs

  6. o flávio arns está sendo uma decepção na educação, parecia ser um homem bom e justo principalmente com os professores.