A quem interessa esconder o assassino da menina Rachel Genofre?

Rachel Genofre.

A família da menina Rachel Genofre, 9 anos, covardemente assassinada em 5 de novembro de 2008, foi ontem à  Assembleia Legislativa do Paraná pedir informações à  Secretaria de Segurança Pública. Os deputados rejeitaram um pedido formulado pelo deputado Professor Lemos (PT).

Segundo Carol Lobo, tia da criança, o jornal Impacto Paraná divulgou a notícia de que o governo de Beto Richa (PSDB) patrocina uma investigação “não oficial” e que já teria indícios do assassino, mas estaria escondendo por ser um figurão.

O corpo de Rachel foi encontrado dentro de uma mala na Rodoferroviária de Curitiba.

A seguir, leia a íntegra do apelo dos familiares de Rachel Genofre:

“Olá Esmael

Gostaria de pedir sua ajuda na divulgação, ontem, 17 de abril, a ALEP votou um requerimento solicitando explicações sobre as denúncias feitas no jornal impacto, que o governo Beto Richa patrocina uma investigação “não oficial” e que já teria indícios do assassino, mas está escondendo por ser um figurão. A base do governo vetou o pedido, esse texto eu publiquei no facebook, mas de qualquer forma, se necessário mais detalhes é só enviar.

Hoje eu e a Maria Cristina Lobo Oliveira estivemos em conversa com o Professor Lemos na ALEP. O deputado protocolou um pedido de explicações do governo do Estado através da secretaria de segurança sobre as denúncias de investigação não oficial no caso da Rachel. Em plenário, por 21 votos contra 12, a base do governo NEGOU o pedido. Uma vergonha! O caso da Rachel é um caso de segurança pública, interesse dos paranaenses. Eu exijo uma explicação, quero justiça!!! Agora pergunto, o que o governo tem tanto a ESCONDER que nem uma satisfação pode dar?

Obrigada
Carol Lobo”

Comentários encerrados.