A corrida de Demóstenes, segundo Erasmo de Rotterdam

A jornalista Marcia Oleskovicz garimpou esse trecho do livro “Elogio da Loucura”, de Erasmo de Rotterdam:

“Quem poderá conter o riso ao ver Demóstenes fardado, para que, seguindo o sábio conselho de Arquíloco, mal aviste inimigo, jogue fora o escudo e se ponha a correr sem parar, pouco lhe importando que se revele, assim, um soldado tão covarde quanto excelente orador?”

Comentários encerrados.