Sem Gleisi em 2014, Requião pensa em voltar ao Palácio Iguaçu

Publicado em 16 março, 2012
Compartilhe agora!

Requião de olho no Palácio Iguaçu.
Em Brasília, especula-se que a ministra-chefe da Casa Civil, Gleisi Hoffmann, é candidatíssima a continuar no cargo além de 2014. Ela só disputaria o governo do Paraná se houvesse um pedido expresso da presidenta Dilma Rousseff.

Dito isso, são poucas as chances de Gleisi deixar a estratégica função no Palácio do Planalto para se engalfinhar na disputa com o governador Beto Richa (PSDB) daqui a dois anos. Se ela continuar ministra, a tendência é que se viabilize como um nome natural! à  sucessão de Dilma em 2018.

Gleisi tem mandato de senadora até 2019. Se o projeto presidencial bater na trave, dizem os observadores políticos da província e do Planalto, a ministra poderá voltar-se para o governo do Paraná. A diferença é que ela não terá Richa como oponente em 2018, que daí estará focado numa das cadeiras do Senado.

Pois bem. Se Gleisi Hoffmann não disputar o Palácio Iguaçu em 2014, o senador Roberto Requião se anima com a disputa. A informação é da tropa do senador peemedebista, que avalia que o governador do PSDB vem fazendo uma administração sofrível.

Se Requião realmente encarar Richa — e obtiver sucesso nas urnas !“ voltará a governar o Paraná pela quarta vez. Será um feito inédito na política local e nacional. Falta ainda combinar com os russos, ou melhor, com os eleitores.

Compartilhe agora!

Comments are closed.