PSDB se reúne nesta segunda para defenestrar Derosso

Crise na Câmara bate à porta de Ducci. Foto: Denis Ferreira Neto.
O Partido da Social Democracia do Brasil, o PSDB de Curitiba, não quer dar sorte para o azar. Por isso, o presidente municipal da sigla, Fernando Ghignone, convocou uma reunião para esta segunda-feira (12), à s 18h30, para discutir o caso Derosso.

Segundo um tucano de alta plumagem, a ordem de cima é para defenestrar o presidente licenciado da Câmara Municipal de Curitiba, vereador João Cláudio Derosso (PSDB), que, de um dia para outro virou persona non grata dentro do próprio ninho.

Os sinais de que Derosso seria defenestrado foram dados ao longo da semana passada. Primeiro o líder do PSDB na Câmara, vereador Emerson Prado, disse que assinaria o requerimento pelo afastamento definitivo do correligionário da presidência. Ameaçou e cumpriu.

Este blog revelou na semana passada que o PSDB estaria monitorando a crise no legislativo municipal através de pesquisas de opinião. As sondagens mostram que o caso Derosso ameaça não só a reeleição da maioria dos atuais vereadores, mas também a do prefeito Luciano Ducci (PSB).

A intenção dos dirigentes tucanos é radicalizar amanhã. Além de arrancar a presidência de Derosso, eles pretendem negar a legenda para o colega de ninho tentar renovar o mandato.

Agora, a pergunta que não quer calar: se defenestrado, Derosso vai abrir o bico?

Derosso já havia dado sinais em agosto de 2011 de que, se abandonado pela cúpula, abriria o bico e arrastaria figurões do PSDB para o centro da crise política.

Comments are closed.