Professores entram em greve na quarta e na quinta

Os professores da rede municipal de ensino de Curitiba decidiram que vão parar nesta quarta-feira, dia 14 de março. Eles reivindicam reposição salarial, melhores condições de trabalho, plano de carreira e melhor atendimento no Instituto Curitiba de Saúde (ICS).

Já os professores da rede estadual de ensino do Paraná, composta por 2,3 mil escolas, deverão cruzar os braços na próxima quinta-feira, dia 15 de março. Eles prometem trocar as salas de aula pelas ruas da capital.

Segundo informações da APP-Sindicato, não haverá aulas na quinta-feira e uma passeata sairá do centro de Curitiba rumo ao Palácio Iguaçu (sede do governo do Paraná), no Centro Cívico.

Veja o que querem os mestres das escolas estaduais:

1) Implantação de um terço da jornada dos professores como hora-atividade;

2) Aplicação do novo valor do Piso Nacional do Magistério. O Paraná está 18,67% abaixo do Piso Nacional;

3) Reajuste de 14,13% para funcionários(as) de escolas;

4) A implantação de um novo sistema de atendimento à  nossa saúde. Há um quadro crescente de adoecimento dos profissionais de educação; e

5) Destinação de no mínimo 10% do Produto Interno Bruto (PIB) !“ que é a soma de toda riqueza produzida no país !“ para a educação.

Comments are closed.