Professores de Campo Magro continuam em greve pelo Piso

Greve continua em Campo Magro. Foto: Mozzilli (Facebook).

Os duzentos professores da rede de ensino municipal de Campo Magro, na região metropolitana de Curitiba, entraram nesta sexta-feira (16) no segundo dia de greve.

Cerca de 4 mil alunos do município estão sem aulas e não há previsão de quando voltarão a frequentá-las.

à‰ a primeira vez na história que Campo Magro, administrada pelo prefeito José Pase (PMN), enfrenta uma greve de funcionários públicos.

Os mestres campomagrenses reivindicam o cumprimento da Lei Nacional do Piso, cujo salário para o início de carreira é de R$ R$ 1.451,00 e o cumprimento de 33% de hora-atividade (atividades extraclasses e preparação das aulas). O salário no município é de apenas R$ 765.

4 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. Apoio total às professoras, sei da realidade de Campo Magro e do desrespeito que impera nos órgão administrativos, onde só se ajuda que for beneficiário familiar nas urnas. Obrigado a todos que divulgam essa primeira manifestação popular do funcionalismo público da nossa cidade. Professoras, mais uma vez parabéns pela garra e determinação que as levaram a essa digna atitude de lutarem pelos seus direitos. Mozzilli

  2. É o retrato de uma administração podre, conduzida por uma pessoa podre que se considera Deus!!!
    SAUDADES DO BOZINHA!!!

  3. Alguém lembra das laranjas podres?
    Agora chegou a hora de provar o suco.

    Acorda Curitiba!
    Acorda Paraná!