Presidente do Timor Leste é derrotado nas eleições

da Agência Brasil

José Ramos-Horta.

O presidente do Timor Leste, José Ramos-Horta, foi derrotado na tentativa de concorrer à  reeleição, ficando em terceiro lugar. O segundo turno das eleições presidenciais no país ocorrerá em abril. A disputa será entre o ex-ativista Francisco Guterres Lu Olo e o ex-chefe das Forças Armadas general Taur Matan Ruak. Nas eleições, concorreram 12 candidatos.

Prêmio Nobel da Paz em 1996 e porta-voz da resistência em favor da independência do Timor Leste em relação à  Indonésia (de 1975 a 1999), Horta assumiu a presidência por dois mandatos. No país, o cargo é destinado a atividades administrativas, pois há a função de primeiro-ministro que se destina a temas políticos e econômicos.

Ramos-Horta reconheceu hoje (19) a derrota. Ele disse que o segundo turno deverá ocorrer na terceira semana de abril e será conduzido pela Comissão Nacional de Eleições, pelo Secretariado Técnico da Administração Eleitoral e pelo governo federal.

O Timor Leste é um dos países mais novos do mundo. A região conquistou a independência em 1999. O Timor foi colônia de Portugal e da Indonésia. No país, os idiomas oficiais são o português (de Portugal) e o tétum (que é um dialeto local). O Brasil apoiou a autonomia do Timor desde o governo Itamar Franco e colabora para a consolidação do país.

Comentários encerrados.