Policiais militares recusam nova tabela de reajuste salarial

via blog da Joice Hasselmann

Policiais militares rejeitam proposta de reajuste formulada pelo governo do PR.
Policiais militares do Paraná agora querem uma reunião com o governador Beto Richa (PSDB) para discutir o pagamento do subsídio à  categoria. Os PMs recusaram hoje a nova tabela de reajuste salarial que foi apresentada ontem pelo governo do estado.

Para um soldado em início de carreira, o governo oferece um salário de inicial de R$ 3.225,00, que pode chegar a R$ 4.830,00 caso o policial não tenha nenhuma promoção. Os policiais pedem R$ 4.500,00.

As negociações têm sido feitas com as secretarias de Segurança e de Administração. Nesta sexta, os policiais enviaram um ofício para pedir uma audiência com o governador.

O presidente da Associação de Defesa dos Direitos dos Policiais Militares, coronel Elizeu Furquim, reclama que o governo tem avançado muito pouco nas negociações.

Ele diz que os policiais estão descontentes e vão continuar a negociar até chegar a um acordo.

Hoje foi realizada uma reunião do fórum das entidades que representam os policiais militares. Amanhã de manhã uma nova assembleia está marcada para discutir o assunto.

Por meio da assessoria do governo, a Secretaria de Administração garante que a nova tabela da Polícia Militar valoriza os profissionais que estão há mais tempo na corporação e aumenta significativamente o salário de quem está no início da carreia.

Comments are closed.