Outra vez, TSE atenta contra democracia ao censurar o Twitter

Há um vácuo, lá está o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) legislando. Foi assim no caso da decisão da Corte que deixou inelegíveis 21 mil políticos no país que não tiveram suas contas de campanhas anteriores aprovadas. E assim está sendo agora na questão do uso Twitter por pré-candidatos em campanha.

Na falta de uma reforma política, o TSE segue legislando como se fosse eleito pela sociedade para essa finalidade. Ocupa o espaço deixado pela omissão do Congresso Nacional.

Os magistrados da Alta Corte Eleitoral mais erram do que acertam ao tentar fazer uma média com o senso comum, ou seja, jogar com a plateia contra os partidos e os políticos com mandatos eletivos.

A censura ao Twitter é um acinte à  democracia e à  inteligência. Ontem, o TSE resolveu proibir o uso do microblog em propaganda eleitoral fora dos prazos legais. Candidatos e partidos políticos só podem veicular mensagens promocionais a partir de 6 julho. Até lá, todo mundo tem que ficar de boca fechada. Um horror.

A censura do TSE também se estende aos meios de comunicação tradicionais, como rádios e tevês, e demais redes sociais na internet, como Facebook e Orkut.

O TSE atenta contra a liberdade de expressão e o Estado Democrático de Direito garantidos na Constituição Federal. Espera-se que o Superior Tribunal Federal (STF) reveja e anule essa aberração jurídica criada pelos juízes eleitorais.

A decisão dos ministros do TSE é resultado de uma ação movida em 2010 contra o ex-vice na chapa presidencial do tucano José Serra, àndio Costa, ex-DEM, agora PSD, que havia cravado a seguinte mensagem no Twitter: Conto com seu apoio e com o seu voto. Serra Presidente: o Brasil pode mais.!.

3 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. juiz garzón era aotritario colocaram freio nas ações dele…

  2. aui???

  3. eu semple digo que tse não teve voto do povão para legislar .os congressistas estão dormindo .uma hora o tse vai dizer que não precis do conggresso nacional. ja fizeram em 1964. ta hora do congresso mostrar garra .cade os homens e mulheres de coragem .so gritam nos palanques.freio no tse já!