Em Foz, MP dá 30 dias para Câmara demitir metade dos comissionados

MP recomenda que Câmara exonere metade dos comissionados em 30 dias.

O bicho está pegando nas câmaras de vereadores das cidades de médio e grande porte. Depois que o Ministério Público do Paraná (MP) colocou uma lupa na quantidade de funcionários comissionados em Curitiba, Maringá, Apucarana e Ponta Grossa, agora é a vez de Foz do Iguaçu entrar na roda.

A Câmara iguaçuense tem 75 servidores de confiança e apenas 32 concursados. O MP deu 30 dias para que a Casa faça o equilíbrio. A recomendação atende a uma determinação do Supremo Tribunal Federal (STF), que exige que metade seja do quadro próprio.

A medida mexe com os nervos dos comissionados e dos próprios vereadores que, se demitirem seus auxiliares, perdem importante força de trabalho nas eleições de outubro.

Comentários encerrados.