Por Esmael Morais

Eleição na Assembleia: PMDB mais dividido que ala de escola de samba

Publicado em 27/03/2012

Dono da maior bancada com 13 deputados estaduais, o PMDB está mais dividido que alas de escola de samba quando o assunto é eleição para a mesa diretora da Assembleia Legislativa do Paraná.

O deputado Caíto Quintana, líder do partido na Casa, defende a possibilidade de a agremiação apresentar candidato à  sucessão do tucano Valdir Rossoni.

Semana passada, os peemedebistas chegaram comunicar que a bancada fechou questão contra a antecipação das eleições no legislativo estadual para julho, como pretende Rossoni, que sonha continuar no cargo.

Nereu Moura, sondado para ocupar um cargo no primeiro escalão do governo do estado, pensa diferente dos correligionários. Ele acha que o partido não teria chance alguma na disputa com Rossoni.

O experiente Waldyr Pugliesi compartilha da opinião de Caíto. Segundo ele, achar que o PMDB não tem chance de derrotar Rossoni é uma avaliação muito subjetiva. No entanto, o peemedebista reconhece a influência do governador Beto Richa (PSDB) na disputa. “Até o pai dele [José Richa, morto em 2003] tem força”, ironizou.