Richa anuncia reajuste para diretores de escola; já os professores…

Publicado em 5 março, 2012

Em agosto, professores saíram ruas para cobrar valorização da profissão.
O governador Beto Richa (PSDB) e o vice Flávio Arns, secretário da Educação, se reuniram nesta segunda-feira (5), no restaurante Madalosso, em Curitiba, com mais de 2,5 mil diretores das escolas da rede pública estadual do Paraná.

Richa anunciou hoje que dará aumento na gratificação dos gestores escolhidos em novembro de 2011, segundo informou da tribuna da Assembleia Legislativa o deputado Professor Lemos (PT).

Atualmente, a gratificação do diretor é de R$ 800 para uma jornada de 40 horas. O diretor-auxiliar recebe cerca de R$ 700 pela atividade.

De acordo com Lemos, “essa é uma reivindicação antiga dos diretores de escola”.

O petista disse que o governador deverá encaminhar uma mensagem à  Assembleia nos próximos dias propondo o reajuste. “Ainda não sabemos qual vai ser o índice”.

Para os leitores deste blog, essa notícia não é novidade. No dia 1!º de fevereiro, ao destrinchar a Semana Pedagógica da SEED, esta página revelou que a proposta neoliberal para a educação no Paraná consistiria na “otimização” (corte) dos gastos públicos em Recursos Humanos (salário, formação, contratação de professores) e na cooptação política do diretor da escola.

Resumo da ópera: os diretores terão aumento na gratificação e deverão ficar mais dóceis, mas os professores continuarão chupando o dedo — e brabos.

Leia também: Semana Pedagógica: Governo do PSDB copia Lerner e avança na privatização da Educação

Comments are closed.