Defenestração: DEM pede para Demóstenes sair; ouça o grampo

Ou sai ou será expulso. Esta é a sentença do Democratas (DEM) dada ao senador Demóstenes Torres (GO), acusado de envolvimento com o chefe da máfia dos caça-níqueis Carlinhos Cachoeira — preso numa operação da Polícia Federal.

O presidente do Senado, José Sarney (PMDB), vítima de Demóstenes que no passado havia pedido o seu afastamento da presidência por causa dos “diários secretos”, agora se vinga ao julgar que as acusações contra o colega de parlamento “são gravíssimas”.

Ontem, o STF determinou a quebra do sigilo bancário de Demóstenes Torres (DEM-GO). Deve-se a decisão ao ministro Ricardo Lewandowski, relator do pedido de inquérito contra o senador, formulado pelo procurador-geral da República Roberto Gurgel.

Também na tarde de ontem, este blog repercutiu a informação de que Cachoeira e Demóstenes armaram o mensalão!.

Nesta sexta, vieram à  tona gravações de diálogos travados entre cachoeira e Demóstenes. O senador do DEM valeu-se do mandato e do prestígio pessoal para intermediar interesses de Carlinhos Cachoeira.