Cascavel faz campanha para ter direito a 2.!º turno nas eleições

por Luiz Carlos da Cruz, via Gazeta do Povo

Estudantes entre 16 e 18 anos são levados de ônibus ao fórum eleitoral de Cascavel para fazer o título de eleitor. Foto: César Machado/Vale Press.
A eleição deste ano deverá entrar para história da política de Cascavel, no Oeste do estado. Pela primeira vez o município deverá alcançar o número de 200 mil eleitores, situação que habilitaria a cidade a ter segundo turno no pleito deste ano. Em 2011, foi lançada uma campanha por entidades representativas da cidade para incentivar a população a fazer o título de eleitor ou transferi-lo para o município, no caso daqueles que se mudaram para Cascavel.

Se a meta for atingida, Cas!­!­!­cavel será a quinta cidade paranaense com possibilidade de definição da eleição municipal em um segundo turno. Vai se juntar a Curitiba, Londrina, Ma!­!­!­ringá e Ponta Grossa. Segundo o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), nas eleições municipais de 2008, apenas 77 municípios possuíam mais de 200 mil eleitores em todo o Brasil.

O presidente da Comissão Eleitoral da Ordem dos Ad!­!­!­vo!­!­!­gados do Brasil (OAB) em Cas!­!­cavel, Luciano Katarinhuk, afirma que a eleição em dois turnos torna a escolha dos representantes mais democrática. Ele ainda lembra que, em um eventual segundo turno, os dois candidatos concorrem em igualdade. [Com o segundo turno] aumenta o debate político e os candidatos terão tempo igual de rádio e televisão!, observa.

Na eleição municipal de 2008, o atual prefeito de Cascavel, Edgar Bueno (PDT), foi eleito com 34,7% dos votos. Ou seja, 65,3% dos eleitores não votaram nele. Em uma cidade com segundo turno, essa situação levaria Bueno e o segundo colocado para uma nova votação. O futuro prefeito só seria eleito se obtivesse a maioria ab!­!­soluta dos votos.

Estudantes

Além de entidades representativas do município, o Núcleo Regional de Ensino (NRE) de Cascavel também entrou na campanha para aumentar o número de eleitores. Os estudantes de 16 a 18 anos !“ que vão votar pela primeira vez !“ foram incentivados a exercerem o direito ao voto. Diaria!­!­!­mente, alunos são levados de ônibus até o fórum eleitoral para fazer o título de eleitor.

Em média, o fórum tem confeccionado 100 novos documentos diariamente. Se a procura pelo título seguir no ritmo atual, até o dia 2 de abril a meta terá sido atingida. Na tarde da última terça-feira, o município já contabilizava 199.153 eleitores. Ou seja, faltavam apenas 847 novos documentos para a campanha Um mais um, igual a 200 mil! surtir o efeito desejado. Os novos títulos e transferências podem ser feitos até o dia 9 de maio. Nesta semana, o fórum eleitoral passou a atender também pela manhã devido à  demanda.

O chefe do NRE em Cascavel, Vander Piaia, destaca que em outubro do ano passado, quando as escolas estaduais aderiram à  campanha, faltavam 4.600 títulos para atingir a meta. Desde então, mais de dois mil estudantes fizeram o documento e os colégios privados também se integraram à  mobilização. Isso teve um efeito positivo, parte dessa diferença se deve aos estudantes!, avalia.

Luciano Katarinhuk, da OAB, diz que a campanha pelos 200 mil eleitores prosseguirá, mesmo que a meta seja atingida antes de maio !“ prazo estabelecido pelos organizadores do movimento. Segundo ele, outras ações serão desenvolvidas, como lançamento de uma cartilha para conscientizar o eleitor sobre a importância do voto.

Comments are closed.