Câmara de Curitiba convoca nova eleição para presidente no dia 19 de março

João Claúdio Derosso (PSDB).
A renúncia do presidente licenciado da Câmara Municipal de Curitiba, João Cláudio Derosso (PSDB), nesta tarde (12), surpreendeu a todos os vereadores.

Em carta lida no plenário, o tucano disse que deixa o cargo para preservar a imagem do legislativo, o trabalho e a história dele como parlamentar.

Cinco minutos antes de Derosso renunciar, 15 líderes partidários estavam reunidos para debater a instalação de uma comissão processante para afastá-lo definitivamente do cargo.

O presidente licenciado perdeu na semana passada o apoio do PSDB, cujos vereadores assinaram junto com a oposição um requerimento para tirá-lo do cargo. O partido também havia convocado uma reunião para hoje com o objetivo de “defenestrar” Derosso.

Segundo o vereador Pedro Paulo (PT), o requerimento da comissão processante foi arquivado por causa da renúncia. “Perdeu o objeto”, explicou.

A Câmara já marcou nova eleição para a presidência. Será na próxima segunda-feira, dia 19 de março.

A vereadora Noemia Rocha (PMDB) disse que a Casa cumpriu com o seu papel ao propor a comissão processante, que forçou a saída do tucano.

“Vitória da oposição e da cidade de Curitiba. Derosso acaba de renunciar ao cargo de presidente”, comemorou há pouco pelo Facebook a vereadora Professora Josete (PT). Para ela, a instituição pode agora trabalhar para retomar sua credibilidade diante da população de Curitiba. “Este é um momento histórico”, escreveu ela.

Comments are closed.