Prefeitura de Curitiba desiste do despejo na UPE

Rafael Bogoni da UPE.

Rafael Bogoni discursa na Câmara.

“Bombeiros” atuaram firme nesta tarde para apagar um incêndio provocado pela Guarda Municipal, que tentou despejar a diretoria da União Paranaense dos Estudantes (UPE) da história sede localizada no bairro São Francisco, região central de Curitiba.

Depois da visita de uma comissão de vereadores, emissários do prefeito entraram em contato com o presidente da entidade estudantil, Rafael Bogoni, propondo um armistício geral e irrestrito.

Nesta terça-feira (7), a UPE e o prefeito Luciano Ducci (PSB) deverão se reunião para renovar o comodato do prédio. Porta-vozes da prefeitura se apressaram a dizer que não tem interesse em desejar a organização estudantil.

Sobre a operação da Guarda Municipal, que chegou a trocar as chaves do casarão, a prefeitura afirmou que foi uma atitude “impensada e não autorizada”.

A UPE deverá divulgar uma nota oficial criticando a atuação da Guarda Municipal no episódio de hoje e no de ontem, durante a repressão a foliões que participavam do pré-Carnaval no bloco Garibaldis e Sacis, também no Largo da Ordem.

Comentários encerrados.