Por Esmael Morais

Justiça manda 80% dos ônibus circularem nos horários de pico

Publicado em 14/02/2012

Motoristas e cobradores se reúnem em frente a uma empresa de ônibus em Curitiba. Os pneus de três ônibus foram furados e os veículos estão parados na saída da empresa (Foto: Karine Garcia/ RPCTV).

A Justiça mandou o Sindicato dos Motoristas e Cobradores de à”nibus manter 80% dos ônibus da frota do transporte coletivo para atendimento à  população nos horários de pico, das 6h à s 9h e das 16h30 à s 20h. A determinação respondeu à  representação feita pela Urbs em razão da greve iniciada na madrugada desta terça-feira (14). No despacho, assinado à s 2h47 desta terça, a juíza Patrícia Lages de Lima, da 11!ª Vara Cível, também determinou que, fora do horário de pico, o atendimento à  população deve ser feito por, pelo menos, 60% da frota.

O Sindimoc foi notificado da decisão, por oficial de Justiça, no início da manhã desta terça. A juíza considerou a não-circulação de ônibus como lesiva aos interesses da população. A decisão também foi informada pela Urbs, ainda de madrugada, a todas as empresas operadoras do sistema de transporte coletivo.

A rede de transporte tem 1.915 ônibus que, em dias úteis transportam 2,3 milhões de passageiros. O sistema atende Curitiba e 13 municípios da Região Metropolitana. São 355 linhas integradas, 30 terminais de transporte e 364 estações tubo.