Greca acusa governador e prefeito de Curitiba de usarem a polícia militar contra adversários políticos

Greca afirma que esta foto provocou a invasão da RONE.

O pré-candidato a prefeito de Curitiba pelo PMDB, Rafael Greca, acusou nesta noite (24) o governador Beto Richa e o prefeito Luciano Ducci (PSB) de usarem a polícia militar (RONE) politicamente.

Segundo Greca, bastou o praça do Exército Fabiano Vieira aparecer numa foto com ele, publicada em diversos blogs, para que a polícia política (?) invadisse a casa do moço sem mandado judicial.

“Polícia é para proteger o povo, não para por medo em quem é amigo de adversários do Governador e Prefeito de ocasião”, fuzilou o peemedebista, que promete registrar queixa no Gaeco na próxima segunda-feira.

A seguir, a íntegra da acusação postada por Greca no Facebook:

“Vou ao GAECO na 2!ª: Grave intimidação da RONE contra Fabiano Vieira do Jd. Santos Andrade. Sua foto comigo publicada à s 16 hs, sua casa invadida à s 19 hs. Sem mandato judicial, disseram que houve denúncia de tráfico de drogas. A família, moradora da rua Giacomo Santoro n!º 21, é trabalhadora. O pai trabalha p/Copel, a mãe na Favo de Mel, Fabiano é praça do Exército, congrega na Igreja Batista do Batel. Educador social na obra LEO Gralha Azul. Bastou o rapaz aparecer ao meu lado numa visita de planejamento ao bolsão de pobreza onde vivem 270 famílias de recicladores sobre o rio Mossunguê para acontecer a inusitada ação policial. Estive na casa da família. Ao que consta nada os desabona. Polícia é para proteger o povo, não para por medo em quem é amigo de adversários do Governador e Prefeito
de ocasião.”

Comentários encerrados.