Por Esmael Morais

Crise no PT: Vice-presidente de Curitiba renuncia ao cargo

Publicado em 07/02/2012

O vereador Pedro Paulo (PT), que também faz parte do diretório do PT em Curitiba, minimizou a renúncia de Mirian. Na opinião dele, a decisão dela não evidencia uma crise do partido em relação ao pleito de outubro.

Miriam não concorda com o processo de escolha, mas é, inclusive favorável à  aliança nas eleições. Ela deixa a vice-presidência, mas continua no diretório do partido, como antiga e respeitada integrante do partido!, disse Pedro Paulo.

No PT, tudo é discutido. Nada é feito de forma que não seja democrática. Nós discutimos muito, mas acatamos a decisão da maioria. Não há truculência!, garantiu.