19 de Fevereiro de 2012
por esmael
11 Comentários

Desfile da Gaviões da Fiel homenageia o “beato” Lula

via blog Josias de Souza
A biografia de Lula, já crivada de surpresas e contradições, ganhou na madrugada deste domingo (19) o adorno de um novo paradoxo. Numa celebração mundana, a figura mitológica de Lula foi sacralizada.

O Carnaval, como se sabe, é embalado pelos atributos do Tinhoso: mutações de personalidade, dissimulações, desvario!¦ à‰ nessa época do ano que as pessoas entregam-se a um vale-tudo consentido.

Homem vira mulher, mendigo vira imperador, paulista vira baiana, branco vira índio. Lula já tinha virado mito. No desfile da Gaviões da Fiel, a figura mitológica foi como que canonizada. Lula ganhou halo de santo.

Verás que um filho teu não foge à  luta !“ Lula, o retrato de uma nação!, eis o mote do enredo da escola. A trajetória do sertanejo retirante que chegou à  Presidência foi equiparada à  de milhares de brasileiros que vencem na vida pelo esforço pessoal.

A homenagem chega num instante em que Lula, submetido ao martírio do tratamento contra o câncer, já estava envolto em atmosfera de comoção. A doença potencializou a proximidade com os brasileiros que o veneram.

Reforçaram-se os elos de afeto que ligam o ex-presidente poderoso, agora fragilizado pela doença, ao homem comum, representados na avenida pelos 3.600 integrantes da Gaviões.

Lula deveria ter degustado o espetáculo em que o cultuou do alto de um carro alegórico. Os médicos proibiram. Representou-o a mulher, Marisa. Ela testemunhou in loco as cenas que ele teve de assistir em casa, pela tevê.

Uma cobra humana, louca de entusiasmo, evoluindo em movimentos convulsivos, no ritmo de u

19 de Fevereiro de 2012
por esmael
Comentários desativados em Manchetes deste domingo

Manchetes deste domingo

Jornais do Paraná

– Gazeta do Povo: Genéricos: usar ou não usar?

– Folha de Londrina: Rodovia do PR lidera ranking de acidentes Leia mais