Professores preparam greve pela Lei nacional do Piso do Magistério

Os professores das redes municipal de Curitiba e estadual do Paraná já ganham (ou quase) salários conforme a Lei do Piso Nacional do Magistério, cujo valor para de 2011 foi de R$ 1.187.

O salário-base do professor da rede estadual é de R$ 1.171,29 e da rede municipal da capital é de R$ 1.303,57.

Para 2012, o Ministério da Educação estima que o piso em R$ 1.450, ou seja, terá reajuste de 22%.

Nominalmente boa parte dos professores dos 399 municípios paranaenses até ganham acima do piso, mas em forma de vantagens e adicionais incorporados na folha de pagamento. Isto significa que os proventos não são contabilizados, por exemplo, no momento da aposentadoria.

Mas o assunto de hoje é outro. Os mestres preparam uma greve pela implantação do Piso do Magistério, conforme a lei N.!º 11.738 de 2008 que prevê, além do salário, a destinação de 33% da jornada de trabalho para atividades extraclasse. No Paraná, essa determinação não é cumprida por quase ninguém. Por isso o apoio intransigente deste blog à  justa reivindicação dos 112 mil professores da educação básica.

Os professores preparam greve geral nacional para os dias 14, 15 e 16 de março em defesa do piso e da carreira.

Prefeituras e governos relutam em cumprir o piso porque, segundo eles, teriam de contratar mais professores e isso significaria mais “gastos”. à‰ esta a mentalidade da maioria dos governantes, infelizmente.

1 Comentário

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. Saudações Companheiro Esmael…

    Esses governantes que mandato após mandato deixam de investir em Educação, alegando falta de recursos e aumento nos gastos, são os mesmo que visam a perpetuação no poder por meio da exploração da IGNORÂNCIA!!!