Copel tira internet dos pobres para dar aos mais ricos

Apartamentos luxuosos de Caiobá tem internet paga pelos pobres na conta de luz.
O governo do Paraná é uma espécie de Robin Hood à s avessas. Tira dos pobres para dar aos mais ricos. Veja se eu não tenho razão, caro leitor.

A Companhia Paranaense de Energia, a Copel, cujo controle acionário majoritário é do governo do Paraná, resolveu abrir o sinal da internet banda larga na praia de Caiobá, em Matinhos.

Até aí tudo bem, se não fosse um detalhe intrigante: somente quem possui apartamento a 150 metros da orla tem acesso à  internet estatal grátis!, ou seja, somente aqueles que têm apartamentos luxuosos na casa dos milhões de reais podem usufruir o benefício.

Você, caro leitor, acha mesmo que a internet é grátis! como diz a propaganda do PSDB? Não existe almoço de graça! A Copel é uma empresa mista que visa o lucro, logo todos os seus serviços são cobrados pelo preço de mercado. Portanto, alguém paga a conta.

A plebe rude que mora mais distante das areias — embora pague a conta — não tem a mesma sorte dos bacanas que ficam acessando a internet do alto das sacadas dos luxuosos apartamentos de Caiobá.

Os demais veranistas das praias de Leste, Ipanema, Pontal do Paraná, dentre outras, mal sabem o que é sinal de telefone celular quanto mais de internet. Essas localidades foram esquecidas pelo atual governo tucano.

Alguns municípios do interior paranaense também nunca experimentaram sinal da telefonia celular ou conexão de internet um pouco mais veloz que a discada.

Resumo da ópera: Somos nós consumidores que estamos pagando na fatura da Copel o conforto dos ricos em Caiobá. O governo Paraná tem como prioridade governar para os mais abastados e endinheirados. à‰ isso. Está surpreso?

Comments are closed.