Veja essa: Gionédis, ex-presidente Coxa, é advogado de Petraglia contra jornalista

Clique para ampliar.

Nas vésperas das eleições no Clube Atlético Paranaense (CAP), previstas para o próximo dia 15 de dezembro, os bastidores na Arena da Baixada estão pegando fogo.

Nesta quarta-feira (7), a turma que não engole Petraglia nem com farinha desenterrou a seguinte história:

“O ex-presidente do CAP, Mario Celso Petraglia, tem como advogado o ex-presidente do Coritiba, Giovani Gionédis (veja o extrato judicial ao lado).”

Vamos aos fatos.

Petraglia contratou o ex-dirigente coxa-branca no final do ano passado para processar a jornalista Luciana Pombo.

O ex-capo atleticano queria proibir a moça de citá-lo nas matérias postadas no blog dela e de citar as iniciais “MCP”.

Segundo Luciana, conforme ela anota na sua página, o processo de MCP foi uma tentativa de “censura judicial”. Ainda de acordo com o blog da jornalista, a Justiça negou liminar “urgente” a Petraglia.

“Ele pedia a exclusão de todos os comentários tecidos no blog que digam respeito a ele e pedia a proibição que eu mencionasse o nome dele ou siglas do nome dele no meu blog ou em qualquer outro meio de comunicação que possa ser transmitida para terceiros. Isso significa que ele vetaria meu direito de opinião sobre ele em facebook, em twitter, no blog, em jornal, etc.”, conta a jornalista.

Sob o comando de Gionédis, em 2005, o time Alviverde foi rebaixado para a segunda divisão do Campeonato Brasileiro.

Gionédis também teve passagem tumultuada na Secretaria de Fazenda no governo Lerner — juntamente José Cid Campelo, ex-secretário de Governo, atual candidato a vice no Conselho Deliberativo na chapa liderada por Petraglia.

Como é de conhecimento até das pedras petit-pavé da Rua XV de Novembro, coube ao ex-presidente do Coritiba a tarefa de privatizar o Banestado (Banco do Estado do Paraná), até hoje alvo de investigações.

A relação de Petraglia com o advogado Gionédis vem de longa data, pois o ex-presidente do CAP era considerado nos meios políticos como o principal tesoureiro das campanhas de Lerner — governo no qual o ex-presidente do Coxa figurava como integrante do primeiro escalão.

4 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. Olhe querida amiga Luciane, fui advogado do Evangelino Costa Neves e do Domingos Moro… obtive várias liminares em desfavor do Sr. Giovani Gionédis ex-presidente do Coritiba, naquele malfadado pleito em que os torcedores propugnavam pela sua saída do clube. Procure essas matérias no google = “advogado raul rangel coritiba”. Estou à sua disposição para eventuais esclarecimentos. Boa sorte em seu processo!! Abraço do RAUL RANGEL.

  2. Lembra de quando tentaram te censurar nas últimas eleições? Então. É o que a dupla pretende em relação a mim. O processo ainda está em andamento!

  3. Advogado meu caro vc contrata quem vc acha mais competente, hj o advogado do Atletico, é o Dr Domigos Moro, que dispensa comentarios sobre sua preferencia clubistica, nem por isso deixa de ser um brilhante advogado, defendendo o rival.

  4. Eles sempre foram amigos> Nada haver uma coisa com a outra.