Seguranças da Assembleia usam “máquinas de choque” para reprimir manifestantes

* Manifestantes convocam população para resistir na ocupação

Seguranças da assembleia usaram máquinas de choque. Foto: APP-Sindicato.

Sindicalistas e estudantes ocuparam nesta tarde o plenário da Assembleia Legislativa do Paraná em protesto contra um projeto que cria as Organizações Sociais na Saúde (OSs).

Pelas redes sociais — Facebook e Twitter — os manifestantes estão convocando a população para ajudar na manutenção da ocupação da Assembleia.

O presidente da Casa, Valdir Rossoni (PSDB), pretende votar ainda hoje o polêmico projeto.

A TV Sinal, que é paga com dinheiro público, censurou o protesto cortando imagens e sons do plenário. Trocou a programação para esconder dos parananenses o contraditório. Um desserviço.

Estudantes acusaram a segurança da Casa de usarem “máquinas de choque” para agredi-los.

6 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. Um Bando de baderneiros e desocupados… deveriam usar muito mais que máquinas de choque.
    Porque essa turma das bandeiras de CUT…. MST…… UNE …. nao aparecem nas manifestaçoes pacíicas contra a corrupçao ??????

  2. cade a human right,onde está a anistia internacional ?hoje houve truculencia contra mainfestantes.qual a democracia do psdb e a do chicote? sensura ,o presidente da assaembleia legislativa pode esperar , que o lugar dele esta em haia.se bush pode ser preso porque não um simpres deputado…

  3. PERA LA, nao se pode usar nada??? nao é o caso , mas se um deles estivesse armado , os seguranças nao podem impedi-lo……. larga mao ….. polvora nao pode, bala de borracha tbm nao , agora arma nao letal tbm nao ?????

  4. Mesmo jeitao Lerner de governar, os paranaenses que se preparem que quanto mais eles puderam tirar o corpo fora das responsabilidades do estado, mais eles faram.