Renata Bueno diz o que todo mundo já sabe: a CPI do Derosso terminará em pizza; leia o artigo

Quem não deve, não teme. E a Justiça será feita

Vereadora Renata Bueno.

por Renata Bueno*

A atuação da Câmara Municipal de Curitiba não está causando nenhuma surpresa. Aliás, o andamento da carruagem está exatamente como esperado: lento, inoperante, tumultuado e inócuo. Todas as ações! da Câmara para o caso Derosso foram um jogo de cartas marcadas e cortina de fumaça para desviar o foco do fato principal.

A convocação para meu depoimento na CPI é de caso pensado, justamente para criar um embaraço de quem realmente deve ser investigado. Nesse sentido sempre atuei desde o início.

A proposta da comissão processante, que poderia ter resultado na cassação do ex-presidente Derosso, não obteve êxito e após esse fato foi impetrado mandado de segurança na Justiça pedindo o seu afastamento e recentemente ação popular contra ele, as agências de publicidade e o município.

O Derosso tornou-se um caso para a Justiça, pois está muito claro que internamente já está decidido. Nada acontecerá. Minha atuação como parlamentar, de fiscalizar e denunciar atos de ilicitude e imoralidade, está salva de qualquer contaminação, pois cumpri tudo o que me coube sem exitar e estarei firme a atuante até o final.

A mafia Derosso, embora poderosa, atua no anonimato !“ bem típico de mafioso !“ pois um suposto Caixa Dois de minha campanha de 2008 apareceu agora. Uma verdadeira tentativa frustrada de fabricação de documentos !“ o que certamente será desvendado pelo Ministério Público, pois o caminho correto é esse, para que juntamente com o Tribunal Regional Eleitoral tome as medidas cabíveis.

Afirmo isso porque quem não deve, não teme. Tenho a certeza da lisura da prestação de contas da minha campanha e por isso acho necessário que tudo seja esclarecido.

Para finalizar, enfatizo que nos últimos tempos, embora no limite da deselegância, emiti opiniões fortes e firmes e não retiro nenhuma palavra do que disse e reafirmo todas elas, por isso, sigo certa que a Justiça será feita.

* Renata Bueno é vereadora de Curitiba pelo PPS.

Comentários encerrados.