PT define dia 15 de janeiro para abrir mão de candidaturas próprias

Em Curitiba, setores do partido flertam com Gustavo Fruet

Diretório nacional do PT se reuniu hoje em Brasília.

O diretório nacional do Partido dos Trabalhadores (PT) acabou de aprovar, durante reunião em Belo Horizonte, a antecipação para dia 15 de janeiro de 2012 a apresentação de proposta de apoio à  candidaturas de outros partidos, como pode ocorrer em Curitiba e Belo Horizonte.

Segundo o deputado André Vargas, secretário nacional de Comunicação, que participou da reunião, a decisão poderá ser tomada até março, mas o protocolo deve ser feito até 15 de janeiro de 2012.

A sinalização dos diretórios municipais petistas de que apoiarão candidatos a prefeito de outras legendas, no entanto, não liquida com os encontros de março do ano que vem. Nesses fóruns é que a agremiação baterá o martelo acerca da política de alianças.

Em Curitiba, o campo majoritário do PT — Construindo um Novo Brasil (CNB) — manda piscadelas em direção ao ex-deputado federal Gustavo Fruet (PDT).

Os deputados petistas Tadeu Veneri e Dr. Rosinha também se posicionam como pré-candidatos à  prefeitura da capital.

“A data 15 de janeiro é somente um protocolo de intenção de cada diretório municipal”, explica Vargas. De acordo com ele, serão os encontros locais que decidirão se o partido terá candidaturas próprias ou não.

Comentários encerrados.