Petistas dizem que ocupação da Assembleia ocorreu por culpa de Beto Richa

Em nota oficial distribuída à  imprensa, a bancada do PT atribuiu a ocupação da Assembleia Legislativa do Paraná, na tarde de ontem, pelos manifestantes, à  intransigência do governador Beto Richa (PSDB) “por conta da recusa ao diálogo com a sociedade organizada sobre o tema [privatização da saúde]”.

O PT também acusou o governo Richa de desviar o debate da sociedade ao atacar o partido.

“Ao promover tais ataques, o governo tucano desqualifica todos os movimentos sociais que se levantaram contra a matéria, bem como a sociedade paranaense”, diz um trecho da nota.

Leia a íntegra da nota oficial da bancada petista:

NOTA à€ IMPRENSA

A bancada do PT na Assembleia Legislativa do Paraná (Alep) vem a público se manifestar sobre a votação do projeto 915/2011, que autoriza o governo do estado a terceirizar serviços públicos à s Organizações Sociais:

1) Os deputados do PT atribuem as manifestações contrárias ao projeto, por estudantes, servidores e sindicalistas, exclusivamente à  intransigência do governo Beto Richa (PSDB) por conta da recusa ao diálogo com a sociedade organizada sobre o tema;

2) A bancada considera que, ao promover ataques indiscriminados ao PT, a gestão Richa tenta transferir o verdadeiro foco do debate. à‰ notório o posicionamento do governo, nestes 11 meses de mandato, de buscar ostensivamente transferir responsabilidades sempre quando deparado com críticas e exposição negativa de sua gestão;

3) Ao promover tais ataques, o governo tucano desqualifica todos os movimentos sociais que se levantaram contra a matéria, bem como a sociedade paranaense;

4) O ponto de maior inflexão a respeito do projeto, na ótica da bancada do PT, é a falta de diálogo por parte do governo. O posicionamento da bancada externa os interesses e anseios dos movimentos sociais, partidos políticos, imprensa e a sociedade organizada;

5) A injustificável pressa em aprovar a matéria comprova e fortalece a tese da bancada. Foram apenas doze dias entre a chegada do texto à  Alep e a aprovação da matéria. Um projeto que irá alterar profundamente o desenho da gestão pública estadual jamais poderia ter recebido tamanha falta de atenção e zelo;

6) O governo estadual não considera importante a opinião da sociedade organizada, por meio de audiências públicas, na elaboração do projeto? Por que o tema não foi amplamente debatido na Conferencia Estadual de Saúde, realizada em outubro? Quais os verdadeiros interesses por trás de tamanha intransigência e medidas antidemocráticas?

7) A bancada do PT avalia que o dia foi histórico. Serão infrutíferas quaisquer tentativas do governo Beto Richa em desviar o real tema de debate. A sociedade paranaense já ofereceu seu veredito, e ele é frontalmente contrário ao projeto que implanta as Organizações Sociais no Paraná.

Bancada do PT na Assembleia Legislativa do Paraná

Curitiba, 6 de dezembro de 2011.

6 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. Infelismente a consequencia esta sendo muito desconfortavel para todo povo paranaense, a boa pinta e palavras suaves de nosso governador quando candidato enganou muita gente e agora só aguentar, pois o povo que o elegeu já não se faz necessário ser ouvido pelo exelentíssimo.kkk

  2. O piá de prédio mimado está brincando de ditador com o estado, e cuida das finanças como cuidava do porquinho de moedas.

  3. É paranaenses, agora tem o que merecem um ditadorzinho como governador. E não venham com essa lenga lenga de que não sabiam que ele era assim, pois ele é TUCANO e esse é o modo TUCANO DE GOVERNAR, portanto todo paranaense sabia disso. Agora aguente as consequências. kkkkkkkkkkkkk

  4. Mas claro que é culpa dele. Se ele tivesse dialogado com as entidades, sindicatos, nada disso teria acontecido, ele é ditadorzão, só ele que está certo e fim de papo.

  5. MENOS, BEM MENOS….
    Então a corrupção (seja nos ministérios ou outros órgãos) é culpa do capitalismo, que estimula o consumismo e portanto, demanda cada vez mais dinheiro?
    E o repasse indiscriminado de recursos federais à ONGs seria tbém uma forma de privatização de ações do governo? Sim, pq se o ministério do esporte em vez de contratar servidores para executar as ações esportivas, estaria privatizando suas ações.

  6. A incompetencia que atinge a Segurança Publica, o descaso com a saúde a lamentável situação da Educação, a falta de qualquer investimento, o oportunismo das privatizações, as greves na admnistração municipal, a falta de respeito com a população pelo não cumprimento de promessas de campanha, tambem serão atribuidas a outro partido?
    A arma da inoperancia é o dedo indicador, o mesmo que quando se esfrega ao polegar se torna ainda mais perigoso.