Juliano Borghetti quer acabar com a reeleição na Câmara de Curitiba

Vereador Juliano Borghetti.

O vereador Juliano Borghetti (PP) é autor de uma proposta na comissão de revisão da Lei Orgânica da Câmara Municipal de Curitiba que acaba com a possibilidade de reeleição aos integrantes da Mesa Executiva. Se aprovada na segunda-feira (5), nenhum atual membro do colegiado poderá permanecer na mesa diretora da Casa.

Borghetti argumenta que a medida visa acabar com a perpetuação dos vereadores no poder e proporcionar o rodízio na Mesa Executiva. Ele cita o caso do presidente licenciado da Câmara, João Cláudio Derosso (PSDB), há 15 anos no comando do legislativo municipal.

Por outro lado, na contramão, há um grupo de parlamentares que busca um jeitinho para deixar tudo como dantes. Eles querem manter a reeleição, mas não para o mesmo cargo. Isso possibilitará, segundo Juliano Borghetti, que a atual direção se reveze entre si nos cargos.

“O Derosso, por exemplo, poderá ser o primeiro-secretário da Câmara”, alerta.

Para o vereador do PP, a manutenção da reeleição, mesmo para cargos diferentes, vai perpetuar no poder o mesmo grupo liderado pelo vereador Derosso. “Será uma mudança leopardiana. à‰ melhor mudar alguma coisa para não mudar coisa alguma”, critica.

Comentários encerrados.