Greve na saúde: “Excluídos” divulgam carta à  população

Os trabalhadores saúde excluídos da redução de jornada das 30 horas fizeram uma concentração hoje no tapete vermelho estendido na Boca Maldita, centro de Curitiba.

O objetivo dos manifestantes era manter contato com a população e divulgar a missiva explicando os motivos que os levaram à  greve.

Uma semana depois do início da greve, o prefeito Luciano Ducci não fez nenhum contato com os excluídos do projeto das 30 horas.

Leia a íntegra da carta:

Os trabalhadores da saúde, reunidos em Assembléia no dia 21 de novembro de 2011, fizeram uma contra proposta para prefeitura de antecipação das negociações entendendo que estamos entrando em um ano eleitoral e que fevereiro não daria tempo para construir projeto de lei e encaminhar para a câmara de vereadores. Que aguardávamos uma resposta do prefeito Luciano Ducci até dia 01 de dezembro. Mas não houve resposta. Por isso decidimos entrar em greve a partir 05 de dezembro para reivindicar a redução da jornada de trabalho para 30 horas semanais.

Na última semana, foi aprovado na Câmara de Vereadores o projeto de lei 005.00202.2011, que foi encaminhado pelo prefeito Luciano Ducci. Este projeto concede a redução da jornada de trabalho para 30 horas semanais para 5 categorias, contemplando 6 mil trabalhadores, inclusive profissionais que atuam na câmara de vereadores. No mesmo dia foi rejeitada a emenda que contemplaria também outras 39 categorias da área da saúde, se excluiu 1165 trabalhadores que atuam no Laboratório Municipal, na Vigilância Sanitária, no Centro de Especialidades Médicas (CEM), nos CMAES, Centro Vida, alguns profissionais que atuam nas Unidades de Saúde e nos Núcleos de Apoio a Atenção Primária (NAAPS), entre outros.

Ou seja, a prefeitura se nega a negociar neste momento e incluir na redução de carga horária apenas para 1165 trabalhadores da saúde que ficaram de fora. O prefeito Ducci prefere investir o dinheiro publico em serviços terceirizados que não garantem os serviços para a população.

A redução de carga horária não significa trabalhar menos, mas sim melhorar as condições de trabalho, garantido melhor saúde para os trabalhadores e também para os usuários. A diminuição da carga obriga a prefeitura a criar duas equipes e dois turnos, aumentando os horários de atendimento para a população, reduzindo as listas de espera para consultas, exames e atendimentos especializados. Isso, inclusive, é o que recomendada a Organização Mundial da Saúde (OMS) e a Organização Internacional do Trabalho (OIT).

Ressaltamos a importância de todos os profissionais atuarem juntos para o desempenho com qualidade da atenção à  saúde da população, desde a assistência, prevenção e promoção da saúde da população, e que as categorias excluídas pelo prefeito Luciano Ducci representam apenas 12% dos profissionais da saúde do município.

Encaminhamos esta carta para solicitar o apoio da população e das entidades que defendem os princípios do SUS, o trabalho em equipe e multiprofissional, e que compreendem a importância da redução da jornada de trabalho para melhoria da qualidade do serviço prestado e das condições de trabalho dos profissionais de saúde.
Apoie a luta dos trabalhadores da saúde

Ligue no 156 e enviem e-mails para o prefeito e vereadores

DUCCI: [email protected]
Carmen – secretária RH: [email protected]
Chomatas – secretária saúde: [email protected]

E-mails dos Vereadores:

[email protected]; [email protected]; [email protected]; [email protected]; [email protected]; [email protected]; [email protected]; [email protected]; [email protected]; [email protected]; [email protected]; [email protected]; [email protected]; [email protected]; [email protected]; [email protected]; [email protected]; [email protected]; [email protected]; [email protected]; [email protected]; [email protected]; [email protected]; [email protected]; [email protected]; [email protected]; [email protected]; [email protected]; [email protected]; [email protected]; [email protected]; [email protected]; [email protected]; [email protected]; [email protected]; [email protected]; [email protected]; [email protected]

Comentários encerrados.