Governo federal anuncia medidas para o fim de ano nos aeroportos!

As ministras Gleisi Hoffmann e Miriam Belchior inspecionam Guarulhos.

A Comissão Nacional de Autoridades Aeroportuárias (Conaero), responsável pela organização e coordenação das atividades públicas nos aeroportos, se reuniu nesta sexta-feira (2) para tratar das medidas de preparo dos aeroportos de todo o país para a alta temporada de fim de ano.

A operação do governo tem o objetivo de melhorar a infraestrutura aeroportuária, ampliação do acesso à  informação pelos passageiros, reforço de pessoal nos aeroportos e gestão operacional integrada. Uma ação imediata é a entrada em operação, ainda em dezembro, do novo terminal do aeroporto de Guarulhos, que terá acesso independente, aumentando a capacidade do aeroporto em 5,5 milhões de passageiros ao ano.

A ministra-chefe da Casa Civil, Gleisi Hoffmann, e a ministra de Planejamento, Orçamento e Gestão, Miriam Belchior, aproveitaram a ida à  Guarulhos para visitar as instalações do Aeroporto de Garulhos (SP) e as obras do novo terminal remoto, que a partir do mês de dezembro entra em operação com acesso independente, aumentando a capacidade do aeroporto em 5,5 milhões de passageiros ao ano.

Em paralelo à  visita, o ministro-chefe da Secretaria de Aviação Civil, Wagner Bittencourt, pelo diretor-presidente da Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC), Marcelo Guaranys, e pelo presidente da Infraero, Gustavo do Vale, concederam coletiva à  imprensa para anunciar as medidas do governo.

Dentre elas, a Infraero confirmou ter intensificado os trabalhos para garantir a implantação de seis módulos operacionais até o fim do ano nos aeroportos de Campinas (SP), Guarulhos (SP), Vitória (ES), Goiânia (GO), Cuiabá (MT) e Porto Alegre (RS), sendo que os cinco primeiros já foram inaugurados e o último será concluído em dezembro. Foram adquiridos micro-ônibus, elevadores veiculares para adaptação de micro-ônibus, veículos operacionais, carrinhos de bagagens, pórticos e aparelhos de raio-X.

Com reforço de pessoal do setor público e privado temos todas as condições de atender o usuário (neste final de ano)!, afirmou Bittencourt.

As principais companhias aéreas firmaram o compromisso com a redução do tempo de espera de check-in e de restituição de bagagens. Para isso, as empresas vão aumentar as equipes de atendimento, ocupar todas as posições de check-in nos horários de pico, incentivar o check-in pela internet e o uso de totens de auto-atendimento nos aeroportos, praticar o endosso de passagens entre as empresas, além de evitar a prática de overbooking. Aeronaves reserva estarão à  disposição. Segundo Bittencourt, não vai haver overbooking neste período. Combinamos com eles (as companhias aéreas)!, disse o ministro-chefe da SAC.

Para o período está também a atuação de forma mais intensa da ANAC nos principais aeroportos brasileiros a partir de 16 de dezembro. Além do reforço na fiscalização, haverá técnicos aptos a prestarem informações aos passageiros. Serão mobilizados cerca de 240 servidores, entre inspetores de aviação civil e técnicos, que trabalharão nos turnos de maior fluxo em cada um dos seis aeroportos mais movimentados: Brasília (DF), Confins (MG), Guarulhos (SP), Congonhas (SP), Galeão (RJ) e Santos Dumont (RJ). As equipes gerenciais da ANAC estarão de plantão durante esta época do ano.

A ANAC tem promovido palestras para representantes das empresas aéreas e para o operador aeroportuário. O objetivo é unificar as orientações prestadas aos passageiros, além de esclarecer o que será foco da fiscalização durante a operação de final de ano. As empresas aéreas também estão obrigadas a oferecer atendimento presencial nos aeroportos onde cada uma delas movimenta mais de 500 mil passageiros ao ano. A agência vai instalar banners com os principais direitos e deveres dos passageiros. Para registrar manifestações na ANAC, os passageiros contam com atendimento 24h por meio do telefone gratuito 0800-725-4445, inclusive em inglês e espanhol, ou pela internet www.anac.gov.br/faleanac.

Para o período, a Infraero contratou 321 empregados das áreas de segurança aeroportuária, operações, navegação aérea e manutenção. A empresa fará ajustes na escala de serviço para reforçar a equipe de trabalho nos aeroportos e turnos de maior movimento operacional. Posso ajudar?! !“ Funcionários da Infraero usando coletes amarelos reforçam as informações e orientações aos passageiros. Ao todo, cerca de 200 funcionários estarão nos principais aeroportos da rede, auxiliando principalmente quem viaja pela primeira vez. O serviço funciona 24 horas nos aeroportos que funcionam em período integral.

O Departamento de Controle do Espaço Aéreo (DECEA) realizou procedimentos para aumentar em 47% a capacidade do espaço aéreo nos principais centros de controle do país. Também foram implementadas novas rotas entre as regiões sudeste, nordeste e Europa, otimizando o fluxo do tráfego aéreo.

A Polícia Federal (PF) vai aumentar as equipes disponíveis nos aeroportos de Brasília, Guarulhos, Galeão, Salvador e Porto Alegre. Todas as cabines de migração estarão em operação com o objetivo de agilizar o fluxo de passageiros. A Receita Federal também vai intensificar sua atuação nos aeroportos do Galeão e Guarulhos.

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) antecipou fiscalizações nos principais aeroportos brasileiros com o objetivo de evitar a indisponibilidade das instalações aeroportuárias e aeronaves no período de fim de ano.

Foi lançada ainda uma cartilha com informações unificadas sobre os direitos e deveres do viajante, a partir de um esforço coordenado dos órgãos que integram a Conaero. O Guia do Passageiro apresenta informações úteis para quem vai viajar. A publicação será distribuída nos principais aeroportos e está disponível nos sites dos órgãos públicos e das companhias aéreas.

Essas açoes do governo visam contribuir ainda para o aperfeiçoamento dos serviços oferecidos aos brasileiro, além de estabelecer parâmetros de desempenho.

Com informações da SAC e Infraero.

3 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. caos esta o transito em Curitiba… o ducci eo beto rixa só sabem multar o s motoristas, ou seja, a industria da multa esta a todo vapor na capital e no parana, resultado de parcerias entre o governo do estado e os municípios… a ordem é multar e multar e mais multar, multar vai ser o carro chefe do governo do playboy

  2. se durante o anúncio o teto caiu , duvido que resolvam o caos dos aeroportos.

  3. Vamos gastar uma grana, deixar tudo joinha; aí vamos entregar pros empresários”¦

    Aprenderam certinho com o FHC…