Dilma e Lula driblam imprensa e se reúnem em SP

via Agência Estado

Dilma se reúne com Lula.

A presidente Dilma Rousseff e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva driblaram a imprensa na tarde de hoje para se reunir em um hotel da zona Sul da capital. O local foi mantido em segredo pelas assessorias de imprensa dos petistas durante quase duas horas, mas um interlocutor revelou o local, sem informar, contudo, o motivo da reunião e a razão de tanto segredo.

A presidente Dilma chegou à  capital paulista por volta das 15 horas, quando desembarcou no Aeroporto de Congonhas. Lula, que hoje despachou durante uma hora na sede do Instituto Lula, deixou o escritório por volta das 15h30. A assessoria de imprensa da Presidência da República informou mais cedo que a presidente cumpriria uma “agenda privada” durante a tarde e que, por isso, o compromisso não seria revelado.

A assessoria de imprensa do ex-presidente, por sua vez, também se negou a informar o local do encontro, uma vez que a Presidência da República preferiu manter sigilo. A expectativa inicial era de que a reunião fosse promovida na sede do Instituto Lula, na zona sul de São Paulo, mas o local teria sido alterado, segundo petistas, a pedido de Dilma. O único compromisso público, previsto na agenda da petista, é a presença em evento da Revista Istoà‰, marcado para as 20h30. Em sua última viagem a São Paulo, em novembro, a presidente visitou o ex-presidente em seu apartamento, em São Bernardo do Campo (SP).

O ex-presidente acatou ontem a recomendação da equipe médica e voltou a despachar na sede no Instituto Lula, onde não comparecia desde a descoberta de um câncer na laringe, em outubro. O ex-presidente, que tem se recuperado bem das sessões de quimioterapia, reuniu-se com a diretoria do instituto e recebeu as visitas do presidente nacional do PT, Rui Falcão, e do publicitário João Santana. Os dois apresentaram ao ex-presidente o programa partidário petista, que será exibido em cadeia nacional em dezembro. O ex-presidente aprovou o programa partidário e, segundo interlocutores, teria se emocionado com uma homenagem a ele presente na peça petista

Comentários encerrados.