PM desocupa reitoria da USP; estudantes são detidos em delegacia

via Portal Vermelho

Estudantes são rendidos por policial. Foto: Rahel Patrasso/Frame/Folhapress.

Cerca de 400 policiais da Tropa de Choque da Polícia Militar de São Paulo desalojaram os estudantes que ocupavam o prédio da Reitoria da Universidade de São Paulo.

A ação começou por volta das 5 horas. Pelo menos três estudantes foram presos ao tentar furar o bloqueio policial. Houve um início de conflito, logo controlado.

Os estudantes foram revistados e aproximadamente 60 deles foram mantidos por duas horas em uma sala da reitoria, enquanto outro grupo protestava do lado de fora. Depois da revista, todos os estudantes que ocupavam o prédio da reitoria, cerca de 70, foram encaminhados a uma delegacia de polícia, onde se encontram detidos.

Os estudantes tinham ocupado no dia 27 de outubro o edifício administrativo da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, em protesto contra a presença da Polícia Militar nas dependências da Universidade, onde soldados armados cometeram arbitrariedades, como prender três estudantes que fumavam maconha. Na madrugada do dia 2 de novembro, um grupo de manifestantes, descontentes com a decisão da assembléia estudantil de se retirar do prédio da Faculdade, decidiu ocupar a Reitoria.

Na segunda-feira (7), os cerca de 150 estudantes que estavam acampados na USP decidiram, em assembleia, manter a ocupação do prédio da reitoria. A decisão foi tomada minutos antes do prazo dado pela Justiça para a desocupação do prédio sem o uso de força policial.

De acordo com a determinação judicial, os estudantes que pedem a saída da PM do campus deveriam ter deixado o prédio até as 23 horas desta segunda (7).

Os universitários querem garantias da USP de que não haverá processo administrativo contra os estudantes que ocuparam o prédio da reitoria.

A administração da USP se comprometeu a incluir os alunos nos debates sobre o convênio com a Polícia Militar e rever os processos administrativos envolvendo os estudantes e funcionários, mas já adiantou que manterá o convênio com a PM. A polícia passou a fazer a segurança da universidade após a morte de um aluno, vítima de latrocínio dentro do campus.

Com agências

8 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. I simply want to say I’m beginner to blogging and definitely enjoyed your website. Most likely I’m going to bookmark your blog post . You surely have great articles and reviews. Thanks for revealing your website page.

  2. A Pm pegou muito leve com esta cambada de maconheiros safados … deveriam é ter descido o cacete de cara … O pior é a mentirada que eles contam, cambadas de sem noção, dizendo que estão fazendo movimento político .Eles pensam que a sociedade brasileira é idiota, quando o garoto foi assassinado no campus não teve nenhuma mobilização mas quando prenderam dois ou três maconheiro safados eles invadiram até a reitoria… DESÇA O CACETE PM´S, NOS, A SOCIEDADE BRASILEIRA ESTAMOS COM VOCÊS…

  3. Os estudantes reivindicaram, com razão, maior seguranca no campus da USP. As providências foram tomadas e os resultados positivos apareceram. Agora, um bando de baderneios, ocupam dependências da USP, porque a policia, exercendo seu papel, abordou estudantes que portavam e fumavam, “inocentemente” a maldita erva. Por trás do consumo está o traficante. A sociedade que paga, através de seus impostos, o ensino exige responsabilidade dos estudantes. Que protestem, mas que protestem contra a corrupcão e não por serem abordados com maconha.

  4. A cara do pm ali apontando uma arma pesada para estudante, queria ver esta mesma atitude da policia contra marginais

    • E o maconheiro ali é um cidadão de boa indole. Qualé acorda!
      Esse bando de guri mimado que fica fumando maconha pra dizer que tem ideal e é revoltado com sociedade.
      Manda esses muleques vadios capinarem quintal que isso já se ajeita. É falta do que fazer e de levar umas palmadas dos pais.
      E mais, tenho certeza que esses cara, policiais, enfrentam todo dia marginais mais perigosos que esses. E no final do mês recebem uma mixaria por arriscar suas vidas.
      Pense antes de escrever.

  5. Chapados versus canhão…tá tudo errado.

  6. Tucanada reacionária e conservadora!!!!!!!Polícia para quem precisa de polícia!!!
    PS.:Com a palavra o F(T)HC!!!

  7. Muito bom. Demoraram pra fazer… Esse bando de dosucupados pensa que é dono de uma Universidade. Vão se catar…e fumar baseado nas suas casas.