Pepe e Beto Richa batem cabeça sobre criação de novos pedágios

* Governo não se entende: Pepe confirma à  Gazeta do Povo criação de novos pedágios; em Maringá, Beto diz que notícia é denúncia! da oposição

Beto desautorizou Pepe ou jogo de cena?

Em visita a Maringá na quinta-feira, Beto Richa (PSDB) negou que o governo estadual irá criar novos pedágios no Paraná. Na conversa com a imprensa, de acordo com o blogueiro Edson Lima, Beto disparou: “Quem falou isso foi um deputado estadual do PT, que quer ser prefeito em Maringá e fez essa denúncia!, referindo-se ao líder da oposição na Assembleia, o deputado maringaense Enio Verri (PT).

A estranheza entre os jornalistas foi geral. Todos sabiam que a informação, tratada com total desprezo pelo governador tucano como denúncia!, foi confirmada pelo secretário estadual de Infraestrutura e Logística, José Richa Filho, o Pepe Richa, irmão de Beto, em reportagem publicada no jornal Gazeta do Povo de segunda-feira.

à€ Gazeta do Povo, Pepe afirmou que a intenção de conceder rodovias à  iniciativa privada “é uma política da atual gestão”!. O texto afirma que a Secretaria de Infraestrutura e Logística já está estudando a forma do contrato para a concessão do trecho entre Maringá e Guaíra.

A justificativa do secretário para os pedágios é que o governo tem o papel de induzir o desenvolvimento e a capacidade de investimento público é cada vez menor!.

Verri reagiu com ironia à s declarações de Beto Richa. Talvez o governador não esteja fazendo o dever de casa, que é ler os jornais, manter-se informado, nem tampouco visitando o irmão. Fazemos oposição olhando o que é melhor para o Paraná, e não baseado em factoides ou invencionices!, disse o líder da oposição.

4 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. Então o pedagio vai sair, todo mundo sabe que o Pepe e o Rossoni mandam mais que o BetoBoy.

  2. Via Blog do Johnny, de Ponta Grossa:

    Beto nomeia mulher de vereador desertor da sua campanha

    Na campanha George disse que não poderia concordar com “os ataques de Beto aos professores”. Eleito, mesmo sendo traído pelo vereador, governador dá um cargo para a sua esposa

    Em um ato no mínimo incoerente, a esposa do vereador George Luiz de Oliveira (PMN), Arilene Bueno de Camargo de Oliveira, foi nomeada pelo governador Beto Richa (PSDB) no cargo de Assistente ““ Símbolo 14-C, da Casa Civil, há um mês. Arilene foi indicada para o cargo pelos deputados Sandro Alex (federal) e Marcelo Rangel (estadual), ambos do PPS, sendo nomeada no lugar de Jorge Rodrigues Magalhães, o “Jorge da Farmácia” (PDT).
    George, que nas últimas eleições foi candidato a deputado estadual, obtendo 11.557 votos, iniciou a campanha ao lado de Richa, mas na reta final debandou para o lado do ex-senador Osmar Dias (PDT). Ele chegou a protagonizar uma cena política na Avenida Vicente Machado durante a passagem do pedetista pela cidade, retirando adesivos da candidatura de Beto Richa e anunciando que, a partir daquele momento, estava se integrando a campanha de Osmar. Segundo o blog do jornalista Adail Inglês (http://www.adailingles.com.br/mostrar.php?numero=3519), George justificou a mudança de posição dizendo que não podia concordar com os ataques de Beto aos professores.

  3. Voce que o que, um tem o tico e outro tem o teco, nao da certo…..

  4. o collor caiu depois de brigar com o irmão.