Líder da oposição diz que tarifaço de Richa “é ilegal, imoral e engorda”

* Bancada petista votou contra tarifaço tucano de 271%

Líder Enio Verri.

Os deputados da bancada do PT votaram contra o tarifaço do Detran, aprovado nesta terça-feira, 8, na Assembleia Legislativa, através de duas sessões e com o plenário transformado em comissão geral, para acelerar a tramitação da proposta.

O tarifaço do governador Beto Richa (PSDB) reajusta em até 271% os preços das tarifas do Detran no Paraná.

O registro da carteira de habilitação de estrangeiro, por exemplo, passará de R$ 30,99 para R$ 115,20

A líder da bancada, deputada Luciana Rafagnin afirmou que o aumento das taxas do Detran não tem justificativa e lembrou que quem vai pagar a conta é o povo paranaense.

A arrecadação do governo vai doer no bolso do cidadão”, afirmou.

Os deputados petistas criticam a afirmação do governo de que através da criação do Fundo Estadual de Segurança Pública, o setor receberá 80% dos recursos repassados ao Fundo de Reequipa!­!­!­!­mento do Trânsito (Funrestran) por meio de taxas do Detran.

Os petistas afirmam que o Funrestran recebe apenas algumas e não todas as taxas que estão sendo reajustadas pelo governo. Ou seja, nem toda a verba arrecadada a partir do aumento irá para a segurança pública.

O maior montante ficará à  disposição do governador, que poderá fazer o que quiser por meio de decreto. à‰ um cheque em branco!, afirma o deputado Tadeu Veneri, que votou pela inconstitucionalidade do projeto na Comissão de Constituição e Justiça.

Outra crítica dos deputados do PT é que o governador Beto Richa está colocando o Detran como um instrumento arrecadador.

Mais uma vez a população será onerada com um reajuste abusivo das taxas cobradas!, disse Elton Welter.

O deputado Enio Verri, líder da bancada da Oposição, classificou o aumento das taxas do Detran como “ilegal, imoral e engorda” os cofres públicos.

O deputado Péricles de Mello, lamentou que no início de seu governo, Beto Richa apresenta um aumento exorbitante que vai penalizar as classes mais pobres, justamente quando a classe C começa a ascender economicamente com as políticas socias do governo federal.

“Aumento desta envergadura vai punir o povo do Paraná”, disse.

Também se manifestaram contrários ao tarifaço do Detran, os deputados Professor Lemos e Toninho Wandescheer.

Richa poderá escolher destino do dinheiro

Ainda na sessão desta terça-feira os deputados do PT apresentaram uma Emenda Supressiva ao Projeto de Lei 853/2011, que institui o reajuste das tarifas. A emenda da bancada petista solicitava a supressão do parágrafo 2o do artigo 16 da lei de autoria do Executivo. O artigo legisla sobre a possibilidade do govenador decidir sobre como será destinado os recursos, por meio de decreto.

Colocada em votação, a emenda recebeu 17 votos favoráveis e 31 contra. Além dos sete deputados do PT, votaram a favor os deputados Anibelli Neto (PMDB), Duílio Genari (PP), Luiz Eduardo Cheida (PMDB), Nelson Justus (DEM), Nereu Moura (PMDB), Ney Leprevost (PSD), Pastor Edson Praczyk (PRB), Rasca Rodrigues (PV), Roberto Aciolli (PV), Waldyr Pugliesi (PMDB).

Com a rejeição da emenda, o governador poderá alterar da maneira como lhe convier a destinação dos recursos provenientes do Detran.

4 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. PSDB, sempre contra o povo brasileiro, desde a época do FHC é assim, lembram, quando passava as eleições estouravam os pacotes econômicos, não estou defendendo o PT, mas o PSDB governa para os ricos.

  2. o burrão

  3. Se bem me lembro a letra da musica diz”¦ “Tudo que é bom, é ilegal, imoral e engorda”, sera que tem algo subliminar nessa sitação???

  4. por que o psdb prega uma coisa e faz diferente.sempre foram contra a cpmf,agora apoiam o tarifaço tucano..