Justiça condena Derosso pela primeira vez em razão das denúncias da Câmara

Derosso. Foto: Valterci Santos/GP.

Saiu a primeira decisão que condenou o presidente licenciado da Câmara Municipal de Curitiba, vereador João Cláudio Derosso (PSDB), a respeito dos escândalos que a casa legislativa foi alvo.

A sentença foi do juiz Marcos Vinicius da Rocha Loures Demchuk, da 5!ª Vara da Fazenda Pública, Falências e Recuperação Judicial, e exige que o condenado pague R$ 25.500,00 de multa em razão do atraso no fornecimento de documentos ao deputado federal Rubens Bueno.

Concedo a segurança, confirmando a liminar, assim como as multas aplicadas ao longo do trâmite processual em desfavor da pessoa do impetrado. Excluo o município de Curitiba do polo passivo da presente demanda!, registra a sentença.

Documentos

Após se negar a fornecer a documentação ao deputado Rubens Bueno, o vereador João Cláudio Derosso atendeu a ordem judicial e enviou caixas com todas as cópias de contratos, recibos, notas fiscais e aditivos referentes à s transações da Câmara Municipal com veículos de comunicação desde 2006.

Toda a documentação está sendo analisada pela vereadora Renata Bueno, que já confirmou diversos indícios de irregularidades. Os documentos enviados pelo presidente licenciado da Câmara embasaram a ação popular da vereadora.

3 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. Pode até condenar, mas não vai pagar nada. Nem o cargo vai perder.
    Ele tem amigos que sabem muito bem como fazer os crimes prescreverem.

  2. De quê adianta essa condenação, todos nós sabemos que aqui no 3º mundo ninguém paga essas multas!!!!

  3. ALELUIA ALELUIA, AINDA TEMOS UMA LUZ NO FINAL DO TÚNEL.QUANDO EU VER ESSE
    ‘CIDADÃO’ PAGAR PELOS SEUS ATOS ,VOU ESTOURAR UMA CAIXA DE FOQUETE TREME TERRA AQUI NO XAXIM DE PREFERÊNCIA NA RUA FRANCISCO DEROSSO.