IAP cassa disponibilidade de dirigente sindical

O presidente do Instituto Ambiental do Paraná (IAP), Luiz Tarcíio Mossato Pinto, cassou a disponibilidade do servidor Heitor Rubens Raymundo ao SINDISEAB (Sindicato Estadual dos Servidores Públicos da Agricultura, Meio Ambiente, Fundepar e Afins). A liberação está prevista na Constituição da República Federativa do Brasil e na legislação paranaense.

“A cassação ocorreu de forma abrupta, unilateral e arbitrária”, acusa Roberto de Andrade Silva, dirigente do SINDISEAB, que enviou carta ao presidente do IAP protestando e solicitando a imediata revogação da medida “antidemocrática”.

Comentários encerrados.