Curso de medicina em Francisco Beltrão abre nova crise na base de Beto Richa

Richa autoriza curso em Francisco Beltrão. Foto: Aqui Sudoeste.

A autorização para a abertura de um curso de medicina no campus da Unioeste (Universidade Estadual do Oeste do Paraná) em Francisco Beltrão, na região Sudoeste do Paraná, dada nesta semana pelo governador Beto Richa (PSDB), abriu uma nova crise entre os governistas na Assembleia Legislativa.

Deputados com bases eleitorais nas regiões Oeste e Noroeste, por exemplo, se dizem preteridos novamente pelo governo tucano que eles apoiam até debaixo d’água.

A bancada do “amém” reclama que a autorização beneficia o líder governista, Ademar Traiano (PSDB), que representa o município de Francisco Beltrão e adjacências.

Embora não sejam contra a instalação do curso em Chico Beltrão, os demais parlamentares reivindicam o mesmo tratamento dispensado ao líder do governo na Assembleia.

Não é a primeira vez que os próprios governistas protestam contra o “privilégio” dado a Traiano em detrimento da base que apoia cegamente Richa nas votações na Assembleia.

Em setembro, os quatro deputados de Cascavel protestaram contra a ida dos Batalhões de Fronteira para Santo Antônio do Sudoeste e Marechal Cândido Rondon. Os parlamentares do município viraram até motivo de chacota nos jornais locais, que cravaram a seguinte manchete: Governo tucano deixa Cascavel de quatro!.

Comentários encerrados.