Autoridade Olímpica no guarda-chuva do Ministério do Esporte

Dilma transfere Autoridade Olímpica para a pasta de Aldo. (Roberto Stuckert Filho)

Por determinação da presidenta Dilma Rousseff, a Autoridade Pública Olímpica (APO) passou a fazer parte do organograma oficial do Ministério do Esporte.

O órgão estava sob a tutela do Ministério do Planejamento desde a sua criação, informa o ministro Aldo Rebelo.

A APO, cujo orçamento para o ano que vem é de R$ 80 milhões, foi criada com o intuito de preparar as Olimpíadas de 2016 no Rio de Janeiro.

O ex-ministro das Cidades, Márcio Fortes, é quem comanda a Autoridade Olímpica.

1 Comentário

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. Por questões óbvias da Corruptocracia instalada na República das Bananas, a sigla APO não é a mais politicamente correta, entretanto, está mais para CAPO, o seu significado…