APP-Sindicato realiza congresso neste final de semana

* Evento dos professores que ocorrerá em Pontal do Paraná terá como tema “socialismo ou barbárie”

A APP-Sindicato, entidade sindical que representa os educadores (professores e funcionários de escola) da rede pública estadual e de dezenas de redes municipais do Estado, realiza de 1!º a 4 de dezembro o seu XI Congresso Estadual.

O encontro, com o tema Organizar, resistir e avançar: socialismo ou barbárie!, acontece em Pontal do Paraná, na Associação Banestado. O Congresso vai definir o plano de luta dos educadores, analisar a conjuntura política estadual, nacional e internacional e as políticas sindicais e educacionais.

Os 680 delegados e delegadas foram eleitos em assembleias e congressos regionais realizados pelos 29 núcleos regionais da entidade.

O encontro trianual terá como base teses apresentadas pela diretoria e dois grupos da base compilados em um caderno, disponível desde 24 de setembro aos filiados.

A edição contempla a tese da diretoria !“ O pensamento crítico ao capitalismo na garantia do Estado Democrático de Direito: a luta pela construção do socialismo! !“ e outras duas, apresentadas pelo Movimento Avançando Sindical (MAS) e pelo Grupo APP de Luta, pela Base.

Plano de lutas !“ O congresso vai ser concluído no domingo após a atualização e aprovação do plano de lutas da entidade, que será o documento principal para a gestão que se iniciou em outubro. Estão previstas ainda a apreciação e votação de reformas estatutárias.

O XI Congresso Estadual da APP-Sindicato acontece em um momento importante para a organização do conjunto dos trabalhadores e, em especial, para os trabalhadores da educação. Mundialmente, cresce a resistência ao capitalismo e à  sua expressão neoliberal. Internamente, os embates de professores e funcionários de escolas estão em um momento igualmente decisivo.

Em nível nacional, a categoria atua para a aprovação do novo Plano Nacional de Educação. Entre outras reivindicações estão a aplicação dos 10% do PIB para a educação, gestão democrática, melhoria nas condições de carreira, de trabalho e saúde para professores e funcionários.

Em nível local, pela implantação integral e imediata da Lei do Piso Nacional, que prevê 33% de hora-atividade (período de atividades extraclasse) para os professores.

Políticas – Os debates ao longo do congresso reforçarão os temas das políticas permanentes desenvolvidas pelo Sindicato (mulheres, ecossocialismo, funcionários, combate ao racismo, educadores municipais, saúde do trabalhador, combate à  homofobia, juventude sindical, trabalhadores com deficiência).

Para cada uma das políticas permanentes será criado no congresso um grupo de trabalho. Segundo o secretário de Organização, Hermes Leão, a proposta é manter e reforçar grupos de políticas permanentes em cada núcleo sindical e eventualmente criá-los onde ainda não existem.

Homenagens !“ Além de oferecer diversas atividades culturais aos participantes, o congresso irá prestar uma série de homenagens a personalidades que fizeram críticas contundentes ou lutaram por uma mudança substantiva na sociedade capitalista, como Karl Marx, Antonio Gramsci, Celso Furtado e Sérgio Buarque de Holanda. O congresso homenageia ainda a Comuna de Paris, experiência revolucionária que em 2011 completou 140 anos.

Veja, abaixo, a programação completa da atividade:

01 de dezembro (quinta-feira)

16h à s 22h – Credenciamento de delegados/as titulares.

19h15 – Atividade Cultural

19h30 à s 22h – Seminário Internacional “Os desafios dos/as Trabalhadores/as em Educação frente à  Integração Regional no à‚mbito do Mercosul”.

22h – Apresentação Cultural

02 de dezembro (sexta-feira)

7h30 à s 14h – Credenciamento de delegados/as.

8h30 – Abertura do XI Congresso Estadual da APP-Sindicato

9h40 – Mesa 1 – Conjuntura Política Internacional e Nacional.

11h40 – Aprovação do Regimento do XI Congresso Estadual.

12h – Apresentação das Teses inscritas ao XI Congresso Estadual

14h – Credenciamento de delegados/as suplentes.

14h – Atividade cultural.

14h30 – Mesa 2 – Conjuntura Estadual.

16h20 – Atividade cultural

16h45 – Debates em Grupo Políticas Permanentes:

Tema I – Trabalhadores/as em Educação Aposentados/as

Tema II – Conta a Opressão de Gênero e a Exploração de Classe

Tema III – Avançar na Educação das Relações Etnicorraciais e no Combate ao Racismo

Tema IV – Sou Funcionários/as da Educação: Eu Educo!

Tema V – Trabalho, Educação e Saúde

Tema VI – A Educação para o Combate à  Homofobia

Tema VII – A APP-Sindicato e as Questões Ambientais

Tema VIII – Juventude Sindical e a Construção do Socialismo

Tema IX – Trabalhadores/as em Educação Municipais

Tema X – Trabalhadores/as em Educação com Deficiência

Tema XI – Tecnologia da Informação na Educação

19h – Encerramento do trabalho em grupo.

21h30 – Lançamento da Agenda 2012 com apresentação da Orquestra de Violas.

03 de dezembro (sábado)

8h15 – Atividade cultural.

8h30 – Lançamento do Coletivo Estadual de Juventude da APP-Sindicato.

8h45 – Mesa 3 – Conjuntura Educacional e Sindical.

11h – Trabalho em Grupo:

Temas dos grupos 01, 02, 03 e 04

– Análise de Conjuntura Internacional.

– Análise de Conjuntura Nacional.

– Os debates sobre a revolução democrática.

– Plano de Lutas.

– Estatuto

Temas dos grupos 05, 06, 07 e 08

– Análise de Conjuntura Estadual.

– Análise das Políticas Sindicais e Educacionais.

– Plano de Lutas.

– Estatuto.

Temas dos grupos 09, 10 e 11

– Balanço Político.

– Plano de Lutas.

– Estatuto.

14h – Continuação do Trabalho em Grupo.

18h – Encerramento dos trabalhos em grupo.

04 de dezembro (domingo)

8h15 – Atividade Cultural

8h30 – Plenária Geral do XI Congresso Estadual.

13h – Encerramento do XI Congresso Estadual.

Comentários encerrados.