Vargas debate oportunidades no Pré-Sal com empresários de Londrina

André Vargas.

O deputado federal André Vargas (PT) participou nesta sexta-feira (21), em Londrina, de um seminário visando discutir as oportunidades para os fornecedores na cadeia produtiva da exploração do petróleo na camada Pré-sal. Ele representou no evento o presidente a Câmara dos Deputados, Marco Maia.

Com o Pré-sal, toda a cadeia para fornecedores, que vai desde o fornecimento de refeições até a alta tecnologia. E todos foram unânimes em relação à  importância do debate, pois são R$ 224 bilhões previstos para serem investidos, sendo que 80% da demanda estará na cadeira de fornecedores, ou seja, oportunidades para todos os setores.

O deputado André Vargas, ressaltou durante a abertura, apesar do debate travado nesta semana no Congresso acerca da distribuição dos royalties, para ele, o percentual mais importante é que o que está sendo debatido hoje, ou seja, as oportunidades para todos os seguimentos do mercado. à‰ preciso investir em ciência e tecnologia, em cursos preparatórios, especialmente nos cursos de engenharia!, declara.

Vargas defendeu que os royalties não é o tema preferido de sua parte. à‰ preciso discutir o conjunto da obra, não teremos outra oportunidade como esta do pré-sal. O Paraná precisa discutir essas oportunidades, os temas ambientais que precisam ser enfrentados para atrair os investimentos. Mais do que atrair investimento, temos que apresentar as oportunidades para os que estiverem preparados!.

O deputado destacou ainda que as grandes empresas já têm algum tipo de relacionamento com Petrobrás, o que é preciso mostrar são as oportunidades para os pequenos e médios fornecedores. A RIC, como veículo de comunicação social está cumprindo o seu papel!, elogiou.

Por fim, Vargas afirmou que irá reapresentar uma emenda rejeitada no relatório que redefine o mar territorial, mudando assim a forma de distribuição dos royalties.

O diretor executivo do Grupo RIC, Leonardo Petrelli, ressaltou que o Grupo procura participar ativamente pelo desenvolvimento do Paraná, está promovendo debate e produzindo conteúdos, visando contribuir para que o Paraná seja um dos principais fornecedores para a cadeia produtiva.

O seminário contou com a presença ainda dos secretários estaduais da Fazenda, Luiz Carlos Hauly e Indústria e Comércio, representantes da Fecomércio, Sesc,Senai, Fiep, Sebrae, Acil e Repar.

A ministra da Casa Civil, Gleisi Hoffmann, não pode participar, mas enviou mensagem onde ressalta a importância do Pré-sal, considerado pelo governo da presidenta Dilma como o passaporte para o futuro!.

Comentários encerrados.