Sindicato dos Médicos critica o médico Luciano Ducci

* CMUM do Sitio Cercado está novamente sem médicos na emergência

No mês passado, dentistas protestaram contra o médico Luciano Ducci (PSB).

Não anda nada amistosa a relação do prefeito de Curitiba, Luciano Ducci (PSB), que é médico, com os profissionais da saúde.

Em setembro passado, os dentistas do município fizeram uma greve para reivindicar equiparação salarial e melhores condições de trabalho. O barulho da categoria forçou o prefeito sentar-se à  mesa para pôr termo ao movimento.

Agora é a vez dos médicos reclamarem do médico Ducci. O Sindicato dos Médicos no Estado do Paraná !“ SIMEPAR diz que recebeu há poucos minutos a informação que o Centro Municipal de Urgência Médica da Prefeitura no Bairro Sítio Cercado está novamente sem médico no setor de emergência.

A mesma denúncia foi feita na segunda-feira passada, lembra a entidade.

Apesar disso, denuncia o SIMEAR, a situação está se repetindo hoje. Estão trabalhando no atendimento menos da metade dos médicos do que é previsto no convênio da Prefeitura com o Hospital Evangélico, instituição responsável pela contratação dos médicos para aquela unidade.

O SIMEPAR afirma que, neste momento, há um paciente idoso em cadeira de rodas que espera uma reavaliação desde a madrugada devido a falta de médico.

A razão da falta de médicos é o baixo salário e as péssimas condições de trabalho, especialmente naquela unidade. Os profissionais não suportam trabalhar nessas condições e acabam buscando outras oportunidades.

A prefeitura possui oito CMUM’s distribuídos pela cidade. Os médicos são os únicos profissionais terceirizados nesses centros. Os contratantes são, além do Hospital Evangélico, a FUNPAR, PUC (Hospital Cajuru) e Hospital da Cruz Vermelha.

1 Comentário

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. tchau pra reeleição Dr. Ducci.