Salamuni, outra vez, pede para tucano deixar a presidência da Câmara de Curitiba

Vereador Paulo Salamuni (PV).

O vereador Paulo Salamuni, líder do PV, subiu à  tribuna na sessão plenária desta segunda-feira (31) para pedir o afastamento do vereador João Cláudio Derosso (PSDB) da presidência da Câmara de Curitiba.

Salamuni disse que a permanência de Derosso na presidência é insustentável face aos indícios de irregularidades no processo licitatório e na execução dos contratos de publicidade, apontados pelo Tribunal de Contas do Estado do Paraná e publicados pelo jornal Gazeta do Povo no último sábado (29).

Fica insustentável a posição do vereador como presidente da Casa. Para um andamento mais claro dos trabalhos de investigação é necessário que ele se licencie do cargo. Terminadas as investigações, exercido o amplo direito de defesa, se nada for provado, que ele volte à  presidência, mas neste momento não é o seu lugar!, afirmou Salamuni.

Em seu discurso, Salamuni lembrou quando, em 2009, o senador Pedro Simon (PMDB-RS) pediu o afastamento do presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP).

Segundo o vereador do PV, as duas situações são similares.

Tanto o pedido do senador Pedro Simon quanto o meu têm o mesmo objetivo: preservar a instituição política. Não é correto que um único vereador, por apego ao poder, comprometa a imagem da Câmara Municipal, patrimônio do povo de Curitiba!.

Comentários encerrados.