Rossoni devolveu a bufunfa recebida ilegalmente

Clique para ampliar.

O presidente da Assembleia Legislativa do Paraná, Valdir Rossoni (PSDB), divulgou nesta sexta-feira cópia do extrato bancário para provar que devolveu R$ 160,3 mil aos cofres públicos referentes ao recebimento, ilegal, de R$ 20 mil de gratificação pelo período de oito meses.

O blog revelou em primeira mão, na última terça-feira (11), que o tucano havia estendido a mordomia por meio de decreto aos primeiro e segundo secretários da Casa. Após a repercussão negativa do caso, Rossoni voltou atrás e revogou os atos — inclusive o de 1992 que garantia a ele um supersalário de R$ 40 mil, acima do teto constitucional (R$ 26 mil).

Mesmo escorregando feio na prática, o presidente da Assembleia manteve a pose:

Faço hoje a devolução dos valores para que não haja qualquer dúvida sobre o rigoroso processo de moralização que estamos adotando e desenvolvendo na Casa!, disse Rossoni.

Comentários encerrados.