Professor Wilson Picler continua na presidência do PDT

Professor Wilson Picler (PDT).

O ex-deputado federal Gustavo Fruet, que exigia a presidência do PSDB de Curitiba para continuar no ninho, surpreendentemente, abriu mão de assumir o comando do PDT.

Pré-candidato a prefeito na capital, Fruet desconfiava com razão das intenções do governador Beto Richa, presidente estadual do PSDB, que torcia (e torce) pela reeleição do prefeito aliado Luciano Ducci (PSB).

Mais a vontade no PDT, o ex-tucano achou melhor deixar a chave pedetista sob a guarda do professor Wilson Picler.

6 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. Estamos com o prof. Picler novamente, o povo precisa de Educação, pois só assim votará com consciencia. Gustavo conte comigo..

  2. O partido que prioriza a EDUCACAO INTEGRAL, muito diferente dos demais, nao tem portas fechadas com chaves, pois la aprendemos com o grande mestre Leo de Almeida Neves, Leonel Brizola e Paulo Macarini, que nosso partido e democratico e todo bom aluno tem acesso as suas licoes do bem servir a comunidade, que prima pelo elevado espirito publico e total desprendimento pelos interesses menores, sejam eles pessoais ou familiares, conforme modelo educacional fundamentado nas ideias de plena democracia, na liberdade e soberania nacional.

  3. O PDT está bem encaminhado efetivamente, pois Picler e Fruet se complementam no arrojo e na gestão política.

  4. A diferença é simples: no PSDB, o “dono” do diretório era o Derosso…

  5. É isto ai, o partido continua em boas mãos.

  6. Prezado Esmael, nesta tua “reportagem” sobre o PDT de Curitiba faltam declarações dos líderes mencionados, Gustavo Fruet e Wilson Picler, para focalizar melhor a questão. Não creia que eles possam estar direcionando uma definição que deve refletir outras responsabilidades e não meramente essa idéia de manter uma chave sob a guarda de alguém.