Pré-sal demandará 218 mil novas vagas no país, diz André Vargas

* Parlamentar alerta para a falta de mão-de-obra especializada

O deputado federal André Vargas (PT) disse nesta sexta-feira (7), em Curitiba, durante o seminário Pré-sal: mobilização de fornecedores da cadeia produtiva!, que o país demandará de 218 mil novas vagas em virtude das cadeias produtivas do óleo e gás. O parlamentar representou a Câmara no evento organizado pela RIC TV (afiliada da Record).

Para Vargas, a formação de engenheiros e tecnólogos é um grande desafio nacional que compete aos agentes públicos, à s entidades patronais e à s de trabalhadores.

No Paraná, existem as novas universidades tecnológicas federais !“ os antigos CEFETs !“ que agora precisam definir que tipo de profissionais irão formar. à‰ necessário um diagnóstico preciso para atender a crescente demanda!, disse, lembrando que recentemente os municípios de Pinhais e Colombo receberam unidades dessas instituições de ensino para atender a formação de mão-de-obra.

Está havendo uma migração nas descobertas de petróleo para a região Sul e nós precisamos estar preparados para essa realidade!.

De acordo com o deputado, o porto de Antonina é subutilizado e isso poderia estar sendo discutido com a Petrobras e com o setor primário que está atento para a organização da cadeia produtiva do petróleo. Ele salientou que tem a questão ambiental, que precisa ser resolvida. mas ainda assim haveremos de superar e atrair novos investimentos, que fundamentalmente precisa ter base local. Hoje há uma rede de 3 mil micro e pequenas empresas que são fornecedoras da Petrobras!.

André Vargas criticou a cobertura superficial que a mídia dá ao tema do Pré-sal.

Comentários encerrados.