Petista do Paraná é mais um que pode entrar no PSD

por André Gonçalves, via Gazeta do Povo

Assis Couto. Foto: Wenderson Araújo.

Assis do Couto pode ser o terceiro deputado federal paranaense e o primeiro do PT em todo o Brasil a mudar para o Partido Social Democrático (PSD). Ligado à  agricultura familiar e aos sindicatos de trabalhadores rurais, o petista confirmou ontem a possibilidade e disse que está realizando um exame de cons!­!­ciên!­!­cia! antes de tomar a decisão. Ainda tenho muitas dúvidas e prefiro não trabalhar com um prazo!, afirmou.

Na nova sigla, Couto teria de conviver com lideranças ruralistas tradicionais como a senadora Kátia Abreu (TO). Não é isso o que vai atrapalhar!, afirmou. Apesar da ligação com os movimentos sociais e a base petista, há tempos Assis do Couto é personagem de embates internos no PT.

Em 2007, ele perdeu a eleição pela presidência da legenda no Paraná para a hoje ministra da Casa Civil, Gleisi Hoffmann. No mês passado, foi um dos cinco deputados do partido (entre 80 presentes à  sessão) que votaram contra a criação da Contribuição Social para a Saúde (CSS), a nova CPMF.

Nosso partido é plural. O Assis seria uma pessoa que engrandeceria o debate sobre a produção rural!, avaliou o presidente do PSD no Paraná, o deputado federal Eduardo Sciarra (ex-DEM). Segundo ele, o petista não teria problemas jurídicos nem correria risco de perder o mandato por infidelidade partidária porque assinou a ficha de associação à  legenda !“ documento necessário para comprovar que participou do processo de fundação.

A filiação oficial, contudo, precisa ser feita até o dia 27 de outubro. Além de Assis do Couto, Sciarra contabiliza que ainda há a possibilidade de pelo menos mais um deputado federal se filiar ao partido. Na semana passada, Reinhold Stephanes (ex-PMDB) foi o segundo a oficializar a troca.

Na Assembleia Legislativa do Paraná, o PSD conta com dois nomes !“ Ney Leprevost (ex-PP) e Marla Tureck (ex-PSC). Outros três deputados estaduais estariam aptos a se filiar, mas com poucas chances. Todos os nomes estão sendo mantidos em sigilo.

4 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. Já vai tarde, esse cara não tem nada a ver com o PT.

  2. Se o Assis for para o PSD junto com a mesma turam do DEM, será a maior traição com a agricultura familiar, o cooperativismo e a esquerda do sudoeste do Paraná, que caminha numa direção oposta ao DEM (representado pelos fazendeiros principalmente) e nunca mais se elege.

  3. Já vai tarde, esse aí não tem mesmo que fazer parte do Partido dos Trabalhadores, pois votou a favor da famigerada emenda 3 que destruia com todas as garantias trabalhistas conquistadas a duras penas pelos trabalhadores, ainda bem que o Presidente Metalúrgico e que entende muit de trabalhador o Lula vetou essa excrescência, esse babaca deveria ter sido expulso nessa época porque ele não entende nada de trabalhador o négócio dele é com os latifundiários ele é um direitão, então já vai tarde para o antigo partido que ajudou a ditadura militar. Xô e vá de retro.