PCdoB emplaca Aldo Rebelo sem “lista tríplice”

Aos poucos surgem informações acerca da queda de Orlando Silva e a ascenção de Aldo Rebelo no Ministério do Esporte.

Orlando chegou ontem no começo da noite para reunião com a presidenta Dilma, no Palácio do Planalto, disposto a resistir. O diabo é que a política falou mais alto. O cenário para a saída do então ministro já estava montado.

O PCdoB, por sua vez, “aceitou” os termos palacianos, mas impôs um substituto de escolha da legenda.

Inicialmente, cogitou-se que os comunistas apresentariam uma “lista tríplice” (Aldo Rebelo, Luciana Santos e Flávio Dino) para o cargo vago. Mas o PCdoB rejeitou a fórmula de pronto.

Deputados do PCdoB confirmam essa versão nas redes sociais.

3 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. as ongs sem dinheiro federal que beleza. melhor quando a imprensa marron não ter mais verbas publicas .não precisa a globo falar da petrobras o que sabemos .ganhar dinheiro do contribuinte , as emissoras de radios e tv não são eticas ,como dizem.. o governo tem que cortar as verbas de publicidades, ai sobra bilhões para educação e saude..

  2. será que vai ser preciso o povo ir pra rua e quebrar o pau, como aconteceu em outros países, a corrupção sangra a humanidade.

  3. A corrupção deve continuar rolando. O que é uma pena. A Dilma deveria fazer uma limpeza. Mas preferiu manter a reserva do Pcdob.
    Por isso o governo PT não é sério.