Orlando Silva consulta advogados para processar “os bandidos”

Juliano Breda.

O ministro do Esporte, Orlando Silva, se reuniu nesta manhã, em Brasília, com os advogados Antonio Carlos de Almeida Castro, o Kakay, e Juliano José Breda, o Bredinha, para discutir processos contra a revista Veja e o policial João Dias Ferreira.

Bredinha, que atua na área criminal em Curitiba, disse ao blog que “a ideia é processar os bandidos que atacaram a honra do ministro”. O advogado se referiu à  revista Veja e ao PM, fonte do semanário, que esteve preso justamente por desvio de recursos públicos.

Kakay é bem conhecido em Brasília. Ele atua na defesa de petistas de alto coturno como o ex-ministro José Dirceu, dentre outros medalhões da política e do mundo empresarial.

Daqui a pouco, à s 14h30, o ministro Orlando Silva vai, espontaneamente, à  comissão de Fiscalização e Controle da Câmara explicar as denúncias.

O estilo ofensivo de “Negão” (apelido de Orlando) tem agradado o Palácio do Planalto. Ontem, por exemplo, a ministra Gleisi Hoffmann (Casa Civil) saiu em defesa do colega e, horas depois, a presidenta Dilma.

2 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. O PCdoB é um partideco mesmo. Age como todos os outros partidos quando chegam ao poder. Devíamos acabar com os partidos e terminar com esse caso de corrupção.

  2. Antes de processar alguém (bandidos) ele tem que provar que é inocente. Até agora ele só falou e tentou jogar a culpa no antecessor (governador do Distrito Federal). De conversa o povo já está cheio. Ele pensa que vai se livrar das graves acusações no grito, esse tempo já passou ministro.