Em reunião, tucanos dizem que Rubens Bueno faz chantagem

Deputado federal Rubens Bueno (PPS). Foto: Nani Gois.

Sobrou para o deputado Rubens Bueno, presidente estadual do PPS, na reunião que os tucanos fizeram anteontem à  noite em Curitiba. O encontro do PSDB foi chamado para discutir a reeleição do prefeito Luciano Ducci (PSB), que patina em terceiro lugar nas pesquisas de opinião. O governador Beto Richa estava presente.

Um tucano bem instalado no Palácio das Araucárias, sede do executivo estadual, contou ao blog que no intervalo para o cafezinho os disparos foram quase que unânimes em direção de Bueno, o limpinho.

Eis o que falaram do homem do voto limpo no ninho tucano:

1) O grande líder! do PPS estaria fazendo chantagem em cima de Richa visando ocupar a vice de Ducci em 2012.

2) A pré-candidatura da vereadora Renata Bueno, filha de Rubens, seria apenas factoide para pressionar o prefeito e que ele próprio estaria de olho na vice.

3) Rubens teria ameaçado lançar um manifesto contra o governo Beto Richa, mas os deputados Cezar Silvestre (Secretário do Desenvolvimento Urbano) e Sandro Alex o desautorizaram no partido.

4) Em caso de rompimento do PPS com o PSDB, Alex e Silvestre juram que permaneceriam fiéis ao governador e deixariam Bueno falando sozinho.

5) O terceiro vice-presidente do PPS, Paulo Duarte, o Papai Noel, manter-se-ia firme e forte com Rubens evitando o isolamento político do “grande líder”.

6) Sandro Alex e Cezar Silvestre não descartam abandonar o PPS. Para não perder os respectivos mandatos, eles têm até amanhã (27) para comunicar a troca de partido ao TRE.

7) Richa prefere se abraçar ao diabo a colocar Rubens Bueno na vice de Ducci.

Comentários encerrados.